Belo Horizonte, quarta-feira, 21 DE abril DE 2021
O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

MERCADO IMOBILIÁRIO COM PERSPECTIVA DE EXPANSÃO EM 2021


Publicado em 12/03/2021

              Se 2021 começou com incertezas para diversos ramos da nossa sociedade, para um em especial ele chegou repleto de boas perspectivas. O mercado imobiliário que viveu um 2020 surpreendentemente positivo, apesar da pandemia, acredita em uma grande expansão nas vendas para este ano. Dados iniciais da Câmara Brasileira da Indústria da Construção indicam que o PIB do setor deva crescer 4%. Quando a pandemia do Coronavírus chegou ao Brasil muitos agentes do setor imobiliário imaginaram que as vendas cairiam drasticamente. Entretanto, o que se viu na prática foi um efeito contrário, gerando um aumento considerável de contratos assinados. Esta fase mostrou uma mudança de paradigma. Com o trabalho em home office em alta as residências passaram a ter uma importância ainda maior, não sendo vistas apenas como locais de descanso e lazer.

            Consultor imobiliário da Via Nobre Imóveis, Thiago Santos revela que, em 2020, todos do setor, como a maioria dos brasileiros, aguardavam o término do carnaval para enfim “começarem” o ano. No entanto, de repente, se depararam com algo nunca vivido antes, que foi a pandemia. Muitos perderam o rumo, outros ficaram estáticos. Porém, a sua empresa se reorganizou, aprendeu com os novos fatos e aproveitou as oportunidades. “No decorrer do ano, tudo foi se ajeitando e tivemos ótimos resultados. E acredite, acima das expectativas, apesar de muitas empresas, infelizmente, terem fechado as portas ou mesmo migrarem para espaços menores”.

             Para 2021, o consultor imobiliário, assim como mostram os indicativos, está confiante em uma expansão das vendas de imóveis. Segundo ele, o crédito continua estimulando os negócios, tanto nas vendas, quanto nas locações. “Na locação os valores tiveram alta, tanto no reajuste anual (IGP-M), quanto na ordem natural de procura/oferta, e mesmo assim nos falta imóvel para atender a demanda de clientes. Os imóveis de venda mantiveram os valores”.

            No que se refere ao impacto da pandemia do Coronavírus, Thiago Santos acredita que ela acabou sendo um importante estímulo para que muitas pessoas concretizassem o sonho de adquirir a casa própria. “As pessoas perceberam que, ao adiar um sonho, depois pode ser tarde demais. Sentimos na pele o ditado: ninguém sabe o dia de amanhã. Somado a isso tivemos dois fatores determinantes na alta do mercado, que foi a baixa dos rendimentos de renda fixa no mercado financeiro e a baixa nas taxas de juros, como nunca visto antes, fortalecendo a expressiva queda no estoque de imóveis de vendas”. 

            Como foi citado pelo consultor imobiliário, um dos principais motivos para a subida nas vendas foi a baixa histórica da taxa Selic, que segue em 2%, e propiciou a queda dos juros nas linhas de financiamento imobiliário. Contudo, mesmo se houver um aumento na taxa básica nos próximos meses, diz que a expectativa no setor ainda seguirá em alta. “Acreditamos, que mesmo que as taxas de juros voltem a crescer aos patamares normais, as vendas irão continuar em alta e acrescento que, nos próximos dois anos, os valores dos imóveis irão subir”, conclui.

O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

CONTATO

(31) 2127-2428 / (31) 99128-6880
Av. Prof. Mário Werneck, 1360, Lj 401 F, 4º andar, Shopping Paragem, Bairro Buritis - BH/MG
CEP30455-610 E-mail contato@jornaldoburitis.com.br

       
© 2018 Jornal do Buritis. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por SITEFOX

(31) 99128-6880