Belo Horizonte, terça-feira, 11 DE agosto DE 2020
O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

ENCHENTES: VAMOS TER QUE CONTAR COM A SORTE


           As imagens registradas no Buritis após as fortes chuvas do dia 28 de janeiro deverão ficar ainda por muito tempo na memória dos moradores. Mesmo quem reside no bairro há muitos anos se mostrou incrédulo diante do cenário que estava vivenciando. Carros arrastados, ruas destruídas, deslizamentos de terra, córrego transbordando. Tudo isso em poucas horas. Mas, passado o momento de tensão, é hora de reconstruir e, principalmente, buscar respostas para o ocorrido. Conhecidos pontos de alagamentos do bairro, como a Avenida Engenheiro Carlos Goulart, em frente ao Mc Donalds, e a rotatória do Buritis II, novamente foram os mais afetados. Então, por que esses lugares ainda não sofreram nenhuma intervenção da Prefeitura? O que irá acontecer daqui em diante?

            Coordenador da Regional Oeste da PBH, o engenheiro civil Sylvio Malta diz que nunca irá esquecer o trabalho realizado durante as chuvas do fim do mês de janeiro. Segundo ele, uma força-tarefa foi montada para agir da forma mais rápida e eficaz em prol do município, especialmente na questão de salvar vidas, o que felizmente não precisou de nenhuma interferência no Buritis.

            "Juntamente com representantes de outros setores da Prefeitura, vivi aquela situação 24 horas.  E não tenho receio nenhum em dizer que Belo Horizonte é uma das poucas cidades do Brasil que seria capaz de enfrentar uma chuva como aquela. Os problemas que tivemos aqui seriam infinitamente maiores em outros lugares, com a perda de muitas vidas".

            No Buritis, os problemas registrados foram estruturais. No dia seguinte às chuvas, equipes de limpeza já atuavam em vários cantos do bairro. Semanas depois boa parte das ruas que foram destruídas também foi recuperada. De acordo com Sylvio Malta não existe um cronograma específico para os reparos no bairro.

           A Superintendência de Desenvolvimento da Capital (SUDECAP) trabalha para que, dentro de um prazo de 180 dias, todas as vias públicas da capital prejudicadas pelas chuvas sejam recapeadas. "Acompanhando os trabalhos na cidade vejo que no Buritis muita coisa já foi feita, uma mostra de quanto o bairro é importante para o poder público municipal. Mas, um cronograma específico de recuperação para o Buritis ou qualquer outro bairro não existe".

Sem novidades

            O fato de os pontos mais afetados pelas chuvas no Buritis já terem um histórico de alagamentos não irá mudar a visão da PBH quanto à realização de obras no bairro. Segundo o coordenador da Regional Oeste, a Prefeitura enxerga o ocorrido no início de 2020 como uma "anormalidade". "Foi uma chuva nunca vista em 100 anos. Acredita-se que algo parecido ocorreu em 900 anos. Quanto a isso não tem o que fazer".

            Sylvio Malta garante que os sistemas de drenagem e absorção de água do Buritis são muito eficazes e que somente lugares onde as chamadas "chuvas normais" causam danos receberão obras da Prefeitura. "Por exemplo, na Avenida Vilarinho. Lá, sim, haverá a realização de uma grande obra, uma vez que todos os anos registra-se problemas no local".

            Nem mesmo a vazão de água do Córrego do Cercadinho, por baixo da ponte da Rua Pedro Laborne Tavares, onde cinco saídas deságuam em apenas uma passagem, é considerada um problema para a Prefeitura. "Não é assim: de cinco vira um.  A passagem única é maior que as vazões e antes de água chegar ela vai sendo absorvida pelas encostas. A obra foi bem feita. A chuva que foi excepcional", afirma Sylvio.

            Questionado então, se seremos reféns de uma nova chuva como a de janeiro, Malta confirmou que sim, a não ser que o que eles chamam de anormalidade se torne frequente. "Pode acontecer, mas os números históricos dizem o contrário. A não ser que uma nova história comece a ser escrita, aí sim o poder público terá que agir de outra forma".

O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

CONTATO

(31) 2127-2428 / (31) 99128-6880
Av. Prof. Mário Werneck, 1360, Lj 401 F, 4º andar, Shopping Paragem, Bairro Buritis - BH/MG
CEP30455-610 E-mail contato@jornaldoburitis.com.br

       
© 2018 Jornal do Buritis. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por SITEFOX