Belo Horizonte, terça-feira, 11 DE agosto DE 2020
O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

COMERCIANTE ALERTA SOBRE PERIGOS EM CRUZAMENTO DO BAIRRO


            O encontro da Rua José Hemetério Andrade com Avenida Professor Mário Werneck tem gerado mais alguns cabelos brancos ao empresário Ivonaldo Oliveira. Sócio-proprietário da Pizzaria Du Bairro, que fica bem em frente ao cruzamento, há três anos acompanha diariamente os transtornos no local. Acidentes, discussões e muita buzina. Tudo isso é possível presenciar no cruzamento em qualquer horário do dia.

            A José Hemetério de Andrade é uma das únicas ruas do bairro onde é permitido atravessar a Mário Werneck e que não há um semáforo disciplinando o trânsito. Como a avenida conta com um canteiro central pequeno, é comum ver carros parados, esperando a oportunidade de terminar a travessia, e ocupando uma das pistas da Mário Werneck. Quando isso acontece, todos os problemas citados acima são vistos.

            Ivonaldo, que também é morador no Buritis, diz não entender porque o cruzamento não recebeu um semáforo, como foi feito em alguns outros pontos da Mário Werneck após o recapeamento da via feito há cerca de dois anos. “Na Jornalista Guilherme Apgáua, por exemplo, foi colocado um semáforo para ajustar o trânsito”.

            Como a José Hemetério é responsável pela ligação ao Colégio Magnum, o comerciante comenta que em dias de aula o trânsito de vans no local é muito intenso, o que lhe preocupa ainda mais em caso de um acidente. “Estão levando crianças. As vans atravessam a avenida e a chance de batidas é sempre enorme. Temo por vir a presenciar uma tragédia”.

            Para o empresário, a melhor solução seria a instalação de um semáforo no cruzamento. Se isto não for possível, pelo menos que fechem o canteiro. Assim, a saída da rua seria permitida apenas para acesso à avenida sentido Centro. “Os motoristas teriam que dar uma volta, mas é melhor andar um pouco mais que correr o risco de um acidente”.

Resposta

            Em contato com a coordenadoria da BHTrans, esta informou que a circulação atual do local mencionado não favorece a implantação de semáforo, pois há uma proximidade grande com a Rua Professora Bartira Mourão, o que prejudicaria a fluidez do trânsito na Avenida Professor Mário Werneck e seu entorno.

            Segundo a BHTrans, a sugestão para transpor a Mário Werneck, em melhores condições de segurança, é utilizar os cruzamentos semaforizados da Rua Doutor Lucídio Avelar ou da Rua Engenheiro Aluísio Rocha, passando pela Rua Laura Soares Carneiro.                                                                                                        

            Contudo, se o motorista que estiver na Rua José Hemetério de Andrade optar por atravessar a Mário Werneck ou mesmo entrar na avenida, deve dirigir redobrando a atenção e os cuidados para garantir sua segurança, além de evitar fechar o cruzamento.

            Para alertar os condutores sobre o fechamento da intercessão, já foi elaborado projeto operacional que contempla a implantação de pintura no solo de caixa zebrada amarela (Yellow Box).

 

O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

CONTATO

(31) 2127-2428 / (31) 99128-6880
Av. Prof. Mário Werneck, 1360, Lj 401 F, 4º andar, Shopping Paragem, Bairro Buritis - BH/MG
CEP30455-610 E-mail contato@jornaldoburitis.com.br

       
© 2018 Jornal do Buritis. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por SITEFOX