Belo Horizonte, quarta-feira, 8 DE abril DE 2020
O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

BURITIS: O BAIRRO DAS NOVAS 'DONAS DA CASA'


            Mulheres que criam os filhos sozinhas, tomam conta da casa e ainda trabalham para sustentar a família. Esse é um perfil que vem se tornando cada vez mais frequente entre as mulheres do século 21. E o Buritis é um lugar onde exemplos não faltam. Por aqui, quase não ouvimos o termo “Donas de Casa”. Temos, sim, muitas “Donas da Casa”, mulheres que ao mesmo tempo desempenham o papel de mães, trabalhadoras e chefes de família.   

             Rita Stylita, moradora na Rua Pedro Natalício de Morais, é um grande exemplo de mulher guerreira que, sem ter ao lado uma figura masculina, se desdobra para manter o lar. Mãe de João Vitor, agora com 18 anos, cuida do filho sozinha desde os 3, quando se separou do marido.

            Rita é formada em Nutrição. Nascida na cidade de Viçosa, veio para a capital em 1993, aos 23 anos, para trabalhar em uma empresa. Em 1997 se casou e escolheu o Buritis para morara. Após sete anos de união se divorciou. Nesta época já exercia a função de gerente de vendas da multinacional Yakult. Solteira, com filho pequeno, longe dos pais. A vida não seria nada fácil!

            De fato, não foi. A moradora do Buritis abdicou um bom tempo de sua vida afetiva para se dedicar ao filho e à carreira. “Fui ter um novo relacionamento quando o João já tinha 11 anos. Mas tudo que fiz na minha vida foi uma opção minha. Optei em me dedicar ao trabalho. Tenho muito orgulho em não deixar faltar nada para o meu filho. Tenho meu apartamento. Paguei e ainda pago os estudos do João, que acabou de entrar para a faculdade de Engenharia E ainda me realizei com muitas viagens, inclusive para a Europa. Eu me considero feliz e vencedora”.

            E essa sensação de dever cumprido é comprovada na fala do filho. João não esconde o orgulho de sua mãe e como sua história de vida o fez criar uma consciência como ser humano. “Ela é uma guerreira. Nunca me faltou como mãe e como mantenedora. Quantas vezes, mesmo cansada de um dia longo de serviço, chegou em casa e foi fazer o dever comigo. O respeito que tenho pelas pessoas, especialmente pelas mulheres, vem do que ela me ensinou. É clichê dizer que a nossa mãe é a melhor do mundo, mas para mim, essa expressão é muito verdadeira”.

Empresária

            Aos 48 anos de idade, Adriana Fernandes tem um currículo de tirar o fôlego. De acordo com ela, não se lembra da sua vida sem trabalhar. A carteira de trabalho foi assinada aos 16 anos (naquela época podia). O pai faleceu quando tinha 18 anos. Irmã mais velha da família, conciliava os estudos com a ajudar à mãe que fazia quentinhas para vender. Após se formar em Administração de Empresas, conseguiu um emprego na Localiza, onde trabalhou dos 25 aos 33 anos. Contudo, ser funcionária não era bem o que queria para sua vida. Então, partiu para a abertura do primeiro negócio.

            Porém, antes de falar do empreendimento, temos que destacar o momento mais especial da vida de Adriana. Aos 30 anos, por opção, quis ser mãe. Vitória chegou para dar ainda mais sentido à sua vida. Três anos depois, começou a vida de empresária e inaugurou o seu Stúdio de Beleza e Estética Adriana Fernandes.

Foram incansáveis 15 anos de dedicação. O salão fechou as portas em junho de 2019. Contudo, por uma outra razão muito especial. Ao lado do irmão, Adriana lançava o Restaurante Comida de Casa. "Salão de beleza e comida sempre foram minhas paixões. Que bom que com força e perseverança consegui realizar esses dois sonhos profissionais".

            Adriana realmente não para! Por alguns meses chegou a acumular as coordenações do restaurante e do antigo salão. "Emagreci seis quilos. Não tem fim de expediente, não tem fim de semana. É dedicação em tempo integral", diz ela, que ainda hoje realiza as duas atividades. "Fechei o salão, estou no restaurante, mas não abandonei minhas clientes/amigas. Faço atendimento em casa três vezes por semana".

            Mas se engana quem pensa que essa vida corrida significou um abandono à vida particular. Apesar de não poder ter ficado ao lado da filha todo o tempo que gostaria, garante que nunca faltou como mãe. "Até mesmo essa mudança de ramo foi também pensando em estar com ela. A Vitória estava na adolescência e eu não queria vê-la curtindo aquela fase com as mães das amigas. Sem o salão meus sábados ficaram mais livres para sair com ela".

            E para o futuro, a moradora da Rua Paulo Piedade Campos já pensa em ampliar os negócios. Adriana quer durante à noite transformar o restaurante, que fica na Rua Engenheiro Godofredo Santos, no vizinho Estoril, em uma hamburgueria, e mais pra frente sofisticá-lo. "Hoje fazemos uma comida bem simples, caseira. Mais adiante quero transformá-lo em um bistrô. Uma alta gastronomia e um lugar muito aconchegante".

O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

CONTATO

(31) 2127-2428 / (31) 99128-6880
Av. Prof. Mário Werneck, 1360, Lj 401 F, 4º andar, Shopping Paragem, Bairro Buritis - BH/MG
CEP30455-610 E-mail contato@jornaldoburitis.com.br

       
© 2018 Jornal do Buritis. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por SITEFOX