Belo Horizonte, quinta-feira, 29 DE julho DE 2021
O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

BURI DOGS DESTACA PARCERIA DA COMUNIDADE EM SUAS AÇÕES


Publicado em 08/06/2021

             A cada dia que passa, o Buri Dogs tem ganhado mais reconhecimento, não só no bairro, mas em vários cantos de BH, devido ao grande trabalho que tem realizado de acolhimento a cães em situação de rua. No entanto, o sonho de seus voluntários era fazer muito mais pela causa. Infelizmente, o número de peludos que precisam ser ajudados é muito maior do que as condições disponibilizadas pelo grupo. Porém, se a comunidade apoiar o projeto com algumas ações é possível fazer muito mais pelos nossos amiguinhos de quatro patas. Um grande exemplo é o caso do aventureiro Boris/Marley, que graças à intervenção de um simpático casal do Buritis, teve um final feliz.

              No início do último mês de maio, o casal formado pela engenheira Fernanda Tavares e pelo analista de sistemas Marcelo Moura, moradores na Rua Esmeraldo Botelho, ouviu um barulho e suspeitou que houvesse um cachorrinho na vala do prédio onde residem.  A princípio, até desconfiaram que estivessem confundindo, pois no local há sempre a presença de gatos e gambás, mas cachorro era algo atípico. Quando tiveram a certeza de que se tratava de um cão, começaram a pensar em um plano para retirar o animal de lá. Pensaram em ligar para o Corpo de Bombeiros, para amigos que já atuaram em alguns resgates e em ONGs. Assim surgiu o nome do Buri Dogs. Acionado, as voluntárias do grupo prontamente atenderam ao chamado e fizeram o difícil resgate do cãozinho, que denominaram de Boris.

           “Quando a Chris (voluntária do Buri Dogs) me ligou e disse que estava vindo sozinha, minha primeira reação foi a de perguntar se ela não pediria ajuda de outra pessoa, porque realmente o acesso ao local é muito difícil. Ela bravamente veio e trouxe todos os instrumentos para facilitar o resgate. Mesmo com o joelho cheio de pontos, desceu a escada precária juntamente com o meu marido e eles depois de um longo tempo (a resistência do Boris em ser resgatado foi grande, estava com muito medo e bravo), conseguiram enrolar em um lençol e com a ajuda de uma toalha içaram o Boris para mim, que estava no pavimento acima da vala”, conta Fernanda.

            Assim que foi resgatado, o Buri Dogs encaminhou o Boris para uma clínica veterinária. Fernanda e Marcelo fizeram o seu acompanhamento e assumiram um termo de responsabilidade sobre o animal. Eles ainda se comprometeram a acolher o cãozinho até que uma família o adotasse em definitivo. Mas a alegria contagiante do aventureiro cachorrinho fez com que ele fosse adotado antes mesmo de ir para o lar temporário do casal. “Já no dia seguinte recebi a grande notícia que uma amiga da nossa vizinha se apaixonou por ele e foi imediatamente buscá-lo na clínica veterinária. Final mais feliz impossível. Saber que o Boris, agora Marley, encontrou uma família maravilhosa. Valeu todo o esforço”.

             A jornalista Fernanda Castro, uma das coordenadoras do Buri Dogs, destacou este empenho do casal em prol do salvamento do Boris/Marley. Segundo ela, se mais moradores que aprovam a causa animal colaborarem com as ações do grupo o número de animais resgatados, e que terão um final feliz, irá crescer de forma considerável. “Na medida em que o Buri Dogs foi crescendo as demandas também foram aumentando muito e a gente ficou sem poder atender todos os pedidos. Vivemos de doação e para cuidar de um animal tem muitos custos e nós fomos ficando muito acuados por não poder atender as pessoas”.

             A voluntária enaltece que a história do Boris é um exemplo muito feliz de como pode ser produtivo quando o Buri Dogs trabalha com esse apoio da comunidade.  O principal gargalo do grupo hoje é onde deixar o animal quando ele é retirado da rua. “Nós não temos abrigo, uma estrutura física. Quando não encontramos um local para colocar o animal temos que pagar por um lar temporário. Para a gente isto ficou inviável. Então, quando as pessoas se juntam, como fez a Fernanda e o Marcelo, que garantiram que iriam bancar os custos e acolhimento do Boris, nosso trabalho acontece. Sejam parceiros do Buri Dogs. Não liguem somente para pedir para resgatarmos o animal. Se tem esse suporte da comunidade podemos ajudar muitos cãezinhos abandonados”, salienta.

             A engenheira fez questão de ressaltar o trabalho desenvolvido pelo Buri Dogs e convida todos os moradores do Buritis a também fazerem parte deste projeto. “Saber que temos no bairro uma instituição como o Buri Dogs, com a qual podemos contar e ter certeza que executam um trabalho muito sério para a causa animal, é gratificante. Gostaria que todos os moradores pudessem contribuir um pouquinho para essa linda história que o grupo vem construindo a cada dia, seja doando em espécie, seja doando itens como ração, remédios, entre outros, seja compartilhando as publicações. Nossa frase hoje de gratidão e homenagem a eles seria: “Nem todos os heróis usam capas”. Que Deus proteja esses anjos do Buritis e proteja nossos amigos de quatro patas”, finaliza.

O melhor jornal de bairro de Belo Horizonte.

CONTATO

(31) 2127-2428 / (31) 99128-6880
Av. Prof. Mário Werneck, 1360, Lj 401 F, 4º andar, Shopping Paragem, Bairro Buritis - BH/MG
CEP30455-610 E-mail contato@jornaldoburitis.com.br

       
© 2018 Jornal do Buritis. Todos os direitos reservados.
desenvolvido por SITEFOX

(31) 99128-6880