› Home  › Notícias  › Notícia

Previdência privada pode ser a solução

        O Brasil passa por um momento de debate sobre os modelos de aposentadoria desde que, em dezembro do ano passado, o presidente Michel Temer enviou ao Congresso a proposta de reforma da Previdência, que deve endurecer o acesso à aposentadoria. O projeto do Governo Federal inclui em seu texto original três alterações centrais: idade mínima obrigatória de 65 anos; aumento do tempo mínimo de contribuição para 25 anos; e a mudança no cálculo do valor do benefício. Caso aprovada a reforma, a restrição ao acesso à aposentadoria pública deve levar muitos trabalhadores aos planos privados.

            Corretor de seguros e consultor financeiro no Buritis, Luiz Geraldo Pinto cita os vários benefícios ao contratar um plano de previdência privada. Segundo ele, com a reforma o plano de aposentaria privada passa a ser uma maneira de garantir a tranquilidade na velhice. Porém, é preciso ficar atento nas taxas de carregamentoeadministração cobrada pelas instituições financeiras, que variam de 0,3% a 3% sobre o valor investido.

            Além de acumular recursos para garantir uma renda e um padrão de vida dignos no futuro, o investidor poderá obter benefícios fiscais ao optar pela previdência privada. "O imposto de renda é cobrado apenas quando é feito o resgate do montante acumulado ou quando fizer a opção pelo recebimento da renda. Isso significa que o percentual de rendimento sempre incidirá sobre uma base maior de dinheiro, aumentando o capital ao longo do tempo. Em outros fundos de investimentos, por exemplo, a tributação é semestral', explica.

            Outro beneficio é a modalidade PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres), onde é possível deduzir em até 12% da sua renda bruta anual os valores investidos na previdência privada. Com isso, se posterga o pagamento do imposto e pode aproveitar este valor deixado de lado para reinvestir em um plano VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre), que tem a vantagem da incidência do IR somente sobre os rendimentos do investimento. "Para quem preocupa com a formação dos filhos, netos, sobrinhos, a previdência privada infantil é uma solução de investimento bastante recomendada, onde o responsável legal ou tutor vai acumular recursos que ajudarão na formação acadêmica e no início da vida profissional da criança ou do adolescente', explica o corretor.

INSS mantido

            Apesar destas grandes vantagens ao se contratar um plano de previdência privada, Luiz Geraldo garante que a previdência social não pode ser descartada. "Ela continuará com o seu papel social que garante, além da aposentadoria, outros benefícios previdenciários como auxílios doença, acidente e reclusão, pensão por morte, salários família e maternidade, e também benefícios assistenciais e de legislação específica como assistência ao idoso e à pessoa com deficiência, trabalhador portuário avulso, pecúlio e pensão especial". Ainda de acordo com o corretor de seguros, estima-se que apenas 15% a 20% da população brasileira têm condições de fazer um plano de previdência privada.

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880