› Home  › Notícias  › Notícia

Do Buritis para o estrelato

Alunas do Núcleo Buritis de Dança saem premiadas de Festival de Dança de Joinville, considerado o maior do mundo

            Estar presente no palco do maior festival de dança do mundo, apresentando sua arte, já é um momento único na vida de um bailarino. Descer dele premiado, aí é algo que não dá para explicar. Pois bem, foi esta a emoção sentida por duas dançarinas da escola Núcleo Buritis de Dança que, no último mês de julho, participaram do 35º Festival de Dança de Joinville.

            Hadassa e Evelyn Baptista, que são tia e sobrinha respectivamente, tiveram suas performances selecionadas entre as milhares que foram enviadas à direção do festival. Só de ter chegado lá foi uma grande vitória para estas meninas, guerreiras no dia a dia, e que foram contempladas com o resultado final. Evelyn ficou em 3º lugar na categoria Danças Urbanas e Hadassa foi a vice-campeã na disputa do Jazz.

            Apesar de ter apenas 16 anos, Evelyn teve de competir na categoria sênior, uma vez que a infantil permite dançarinos até os 15 anos de idade. Mesmo sendo a "caçulinha", deu um verdadeiro show e quase não acreditou no resultado alcançado. "É uma sensação de dever cumprido que não dá para descrever. Estive um período lesionada, o que me prejudicou bastante nos ensaios. Mas, com muita determinação cheguei ao festival e dei o meu melhor  em cima do palco. Foi emocionante", conta a jovem que teve ainda a oportunidade de passar por grandes experiências como conhecer a praia e o mundo mágico de Beto Carrero World.

            Quando teve o seu nome anunciado em segundo lugar, Hadassa diz que ficou alguns segundos estática, sem entender o que estava acontecendo. Passava pela sua cabeça toda a dificuldade que viveu até chegar àquele momento. "Estava prestes a parar com a dança. Precisava trabalhar para ajudar em casa. Aí chegou a notícia que tinha sido selecionada para o festival, o que me "puxou" de volta para a dança. Fui recompensada com esta conquista. Este momento único", se emociona.

Apoio incondicional

            As bailarinas chegaram ao Núcleo de Dança Buritis há cerca de 05 anos. Hadassa uma adolescente de 16 anos e Evelyn uma garotinha de apenas 11. Lá tiveram a oportunidade de conviver o dia a dia de uma instituição que preza não apenas pela arte, mas principalmente pelos pilares de uma sociedade, como o respeito de valores e o carinho ao próximo.

            A diretora Janaina Pedrosa esteve ao lado de suas alunas durante toda a estadia na cidade catarinense, assim como fez em todos os momentos. Vibrou como nunca com a conquista delas, que sem dúvidas também é uma conquista do Núcleo. "No último dia 15 de agosto a escola completou 15 anos de vida. O presente desta marcante acabou chegando alguns dias antes. Estou nas nuvens", exalta.

            Conquistas à parte, Janaína faz questão de ressaltar que o acolhimento que é dado pelo Núcleo é o que verdadeiramente mais lhe importa como educadora. "Se tiverem um dom como o dessas meninas, estaremos aqui para aflorá-lo. Mas se não, estaremos aqui para proporcionar o prazer pela dança, pela arte e pela busca de valores de cidadania", finaliza.       

            No total, um grupo de 15 pessoas, entre profissionais e alunos do Núcleo de Dança Buritis, esteve no 35º Festival de Joinville. Destaque para os coreógrafos Bruna D’Carlo e Wesley Ribeiro, para a maquiadora Manuela Mourão e para a figurinista Mariana Couto, profissionais fundamentais para o sucesso obtido.

            Além de Hadassa e Evelyn, o público da cidade da dança também pôde assistir a apresentação da bailarina Camila Rezende, selecionada na modalidade Ballet Clássico Livre com concepção coreográfica de Carla Michele.

            A próxima participação da escola será no mês de setembro, na cidade de Nova Lima, quando irá fazer o encerramento do Festival de Dança.

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880