› Home  › Notícias  › Notícia

Amor incondicional

Mãe do Buritis é exemplo de dedicação aos filhos

            Maio é um mês que, verdadeiramente, toca nossos corações. É quando comemoramos o Dia das Mães. Celebrar as mães é simplesmente celebrar a vida, a presença amorosa no lar, presença que acolhe, cuida, educa e ajuda a crescer. Para comemorar esta data tão especial, a reportagem do JORNAL DO BURITIS entrevistou uma grande mãe do bairro e, através dela, homenageia a todas as mães do Buritis que assumem e vivem com dedicação e responsabilidade sua vocação materna, que se realiza de diversas maneiras no cuidado com os filhos.

            Maria do Carmo Paulo Guilherme Pereira, um nome tão grande quanto o seu amor pelos filhos. Aos 82 anos ainda olha cada um dos herdeiros como seus pequeninos. Todos já têm sua vida, sua casa, mas esta brava "leoa" não abre mão de tê-los por perto. Não passa um dia sequer sem falar com eles, nem que seja por telefone. "Minha filha caçula diz mãe já tenho mais de 50 anos. Respondo na hora: não importa você é minha filha. Monitoro todos. Sei o que estão fazendo e onde estão", diz.

            Aos trocar poucas palavras com Maria do Carmo é fácil perceber que a maior bênção que recebeu na vida foi ser mãe, mesmo este também ter sido o motivo da maior tristeza que leva no coração. Maria deu a luz a quatro filhos (dois meninos e duas meninas), mas quis o destino que um deles a deixasse muito cedo. O ano de 1981 está marcado em sua memória. O segundo filho, Marcos, na época com 20 anos, sofreu um grave acidente de carro que o levou a morte. Uma ferida que não cicatriza. Uma lembrança dolorida. Contudo, isto nunca a enfraqueceu e fez com que ela se dedicasse ainda mais aos outros três filhos e aos três netos que vieram mais tarde. "O sucesso dos meus filhos é o meu sucesso. Suas alegrias e realizações são as minhas".

            O Dia das Mães sempre foi uma data especial na casa de Maria do Carmo. Entretanto, nos últimos anos ele ganhou ainda mais em emoção. Isto por causa de um cartãozinho muito simples, escrito com letras tortuosas, mas que leva às lágrimas quem o lê e conhece sua história. "Mães são muitas, mas nenhuma é igual a mãe dos meus filhos". Estas palavras foram escritas por Silvério, ex-marido de Maria do Carmo, poucos meses antes de falecer, há cerca de quatro anos. Mesmo com a saúde já debilitada, neste gesto simples, mas de imenso amor, conseguiu mostrar à esposa tudo o que ela significou para ele e sua família. "Ele trabalhava o dia inteiro e dava aulas à noite. Criei os filhos praticamente sozinha. Cada um entendia a responsabilidade do outro e nos amávamos imensamente", ressalta.

Os netos

            Dizem que ser avó é ser mãe duas vezes. Maria do Carmo concorda com este ditado e faz questão de participar da vida dos netos. Ver o crescimento e as vitórias de cada um é sempre uma emoção indescritível. Isto faz com que a avó receba um carinho e respeito enorme por todos. Ela lembra de um momento muito especial quando um dos netos lhe contou que iria abandonar o curso de Direito, em que estava no 4º período, para iniciar uma faculdade de Jornalismo. Disse a ela que fazia Direito para realizar o sonho do avô, que foi Promotor de Justiça, mas como ele morreu sem ver este sonho ser realizado, gostaria de cursar o que realmente lhe atraía. "Minha resposta foi simples. Faça o que lhe vai fazer feliz e eu estarei sempre aqui torcendo e te apoiando", recorda.

Vida longa

            Maria do Carmo se mudou para o Buritis há cerca de nove anos. Quando fez a mudança não imaginava o quanto o bairro seria importante para a sequência de sua vida. Após a morte do marido, decidiu preencher os espaços que lhe ficaram e o Buritis a proporcionou tudo o que procurava. A elegante senhora, que sempre faz questão de estar muito bem arrumada, com joias e maquiada, realiza aulas de pilates, hidroginástica, faz caminhadas e ainda tem tempo para um hobby que adora, fazer pinturas em porcelanas. "Não fico parada um segundo. Sou muito ativa e adoro o Buritis. Tenho 82 anos, mas ainda tenho muita lenha para queimar", se diverte.

            Além de toda essa correria, todos os sábados Maria do Carmo ainda faz questão de sair de carro com amigos e conhecer as belezas de Minas Gerais. "Já conheço a Estrada Real todinha, sem contar as cidades da Região Metropolitana. Amo conhecer lugares e pessoas".

            Um dos filhos de Maria do Carmo, Alexandre Pereira enaltece a relação que sempre teve de carinho, respeito e admiração pela mãe. "É uma grande mulher, esposa, mãe e avó. Em uma família de amor nada se impõe. Ele é conquistado e construído em uma base muito sólida. No meu caso, posso dizer que este amor foi conquistado, construído, em uma base onde sempre encontro forças para seguir em frente".  

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880