› Home  › Notícias  › Notícia

A Bélgica Brasileira

Mercado de cervejas especiais cada vez mais forte

          Com um crescimento que hoje já supera incríveis 15% anuais, o mercado de cervejas especiais tem superado todas as expectativas nos últimos anos. Apesar de ainda abastecer apenas 1% do mercado consumidor no país, já há uma perspectiva de competição com as grandes marcas em poucos anos. Hoje, o crescimento proporcional das cervejas artesanais está maior. Nessa linha de mercado o que se apresenta é um novo tipo de consumidor que quer experimentar coisas novas e criar novas tradições. As cervejas especiais, além do apelo funcional da bebida que já exerce no consumidor, ainda desperta um apelo gastronômico. No Buritis, o segmento é cada vez mais forte, tanto no lado do consumidor, quanto do investidor, com o constante lançamento de empreendimentos voltados apenas para esta linha.

 

            Marco Falcone, dono da cervejaria Falke Bier e vice-presidente do Sindicato das Indústrias da Cerveja e Bebidas em Geral (SindBebidas) em Minas Gerais, ressalta que o mercado mineiro da cerveja artesanal, realmente, está em plena expansão. Mesmo em meio à crise econômica, no ano passado houve crescimento de 20% em todo o setor. "Quando investi no segmento em 2004, com novas tecnologias, novas receitas, já vislumbrava este cenário. Tentei mostrar desde o início como a cerveja poderia fazer parte da nossa cultura e é o que estamos vendo hoje. Exemplo são os inúmeros eventos que fazem questão de veicular cultura e cerveja".

                Também sócio da Academia Sommelier de Cerveja, Falcone já formou mais de 200 mestres-cervejeiros em seis anos. Segundo ele, a grande maioria já está empregada, mas isto não significa nem de longe que o mercado possa estar saturado. Ainda é um processo, mas a qualidade começa a suplantar a quantidade. "Uma das características do mercado cervejeiro na grande BH é a diversidade de estilos de cerveja, sendo por isto reconhecida como a “Bélgica Brasileira”. O Brasil se tornou uma das potências no mundo em consumir cerveja apenas oferecendo dois tipos, clara e escura. As opções com as artesanais hoje em dia já passaram de 140", ressalta.


No Buritis

              Para Marco Falcone não é nenhuma surpresa o crescimento do mercado de cervejas especiais no Buritis, uma vez que os moradores do bairro têm a característica de consumirem produtos mais sofisticados. Ele acredita que a tendência é que mais empreendimentos voltados para o segmento sejam lançados por aqui em um curto prazo. "Muitos alunos que passaram pela Academia Sommelier de Cerveja são do Buritis e vejo neles a intenção de trabalharem no bairro".

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880