› Home  › Notícias  › Notícia

Parceria de sucesso

Em 13 anos de história, JORNAL DO BURITIS mostra o quanto foi importante na luta para manter o comércio do bairro forte

            Para você o que comprova que uma parceria deu certo? Sucesso, crescimento mútuo, objetivos alcançados, convivência harmônica? Talvez, todas estas alternativas juntas? Se esta for a linha que desenhamos para o significado de parceria, não há dúvidas: Buritis e JORNAL DO BURITIS são grandes parceiros.

Há exatos 13 anos chegava às residências e estabelecimentos comerciais do bairro a edição número 01 do JB. Neste tempo, trabalhamos juntos e acompanhamos o crescimento de ambos. Em 2004, o Buritis já demonstrava importante viés de desenvolvimento. Contudo, este aspecto positivo ficava escondido, sem ter um espaço para ser mostrado e incentivado. Precisava que alguém lhe mostrasse o bairro, principalmente para seus moradores. O jornal nasceu com esta linha e mais de uma década depois continua apresentando tudo o que o bairro tem, claro, sempre se adequando à sua realidade.

            Ao visualizar o cenário atual é fácil enxergar que aqui seria um lugar ideal para a elaboração de um periódico de notícias. No entanto, há 13 anos a realidade era bem diferente. Investir no Buritis ainda era considerado uma aposta. Mas havia um nicho a ser ocupado. Ter um espaço para se mostrar à comunidade local era algo que os empresários necessitavam.

A grande mídia não oferecia esta possibilidade. Você sabia o que estava acontecendo a quilômetros de distância, mas não fazia a menor ideia de como estava o seu vizinho Pelo contrário, tudo que aparecia na imprensa a respeito do bairro era depreciativo. Transito caótico, crescimento desordenado, verticalização selvagem. Sempre o Buritis era tema de reportagens negativas. Por isso, ao apresentar o bairro aos seus moradores, o JB certamente significou a sobrevida de muitos estabelecimentos comerciais que hoje fomentam a economia local.

            As irmãs Alice e Maria José Vidigal, referências educacionais no bairro, recordam o início da parceria do conceituado Instituto Efigênia Vidigal (hoje Grupo SEB Unimaster), que era dirigido por elas, com o JORNAL DO BURITIS. A escola, que em 2004 já existia há mais de 20 anos, por diversas vezes havia sido premiada. Porém, os próprios moradores do bairro não sabiam destas conquistas, que, querendo ou não, também eram deles.

Foi a partir da exposição no jornal que todos conheceram e puderam cultuar estas glórias. "Foi muito importante para a gente. A divulgação dos nossos trabalhos encurta os laços da escola com a comunidade. Continuo sendo uma leitora assídua e até hoje guardo alguns exemplares que destacaram a escola", comenta Alice.

            Mais do que um benefício comercial, Maria José ressalta o ganho da comunidade com a criação do seu maior jornal de bairro. "A real função do JORNAL DO BURITIS sempre foi mostrar tudo de bom que estava acontecendo no Buritis. Todo bairro precisa disso. Que muitos e muitos anos ainda venham pela frente".

            Alice e Maria José Vidigal continuam atuando na área educacional, agora, administrando a AVEC - Associação Efigênia Vidigal de Educação e Cultura. "Elaboramos diversos projetos educacionais e os implantamos em escolas e outros espaços sociais. Acreditamos que a educação e cultura são essenciais para a inclusão e transformação sociais e ficamos imensamente felizes em ver que o JORNAL DO BURITIS também apoia esta ideia", completa Alice.

            Morador no Buritis há 27 anos, empresário há 21, o cabeleireiro Anderson Santos conhece como poucos a história do bairro e, consequentemente, do jornal. Crítico, não tem receio de opinar sobre qualquer reportagem que saia em nosso periódico, seja pelo lado positivo ou negativo. Anderson, inclusive, elogia que o jornal fale das coisas boas, mas cobra da gente uma postura mais reivindicatória.

Entretanto, uma coisa nunca questionou: a importância dele para o bairro. "O JORNAL DO BURITIS foi, é, e muito provavelmente será, o maior noticiário do bairro. Não há quem não pegue para ler. É uma referência. Sempre deixo um exemplar aqui no salão e percebo o quanto às pessoas se interessam em suas reportagens. Às vezes, até levam pra casa. Quer prova maior de sucesso?".

Saltando obstáculos

            Engana-se quem pensa que uma parceria vive apenas de momentos bons. Muito pelo contrário, uma parceria de sucesso é aquela que está unida sempre, principalmente nas horas difíceis. Nos últimos anos, o Brasil tem passado por uma grave crise econômica e política, para muitos, nunca vista antes. São nestes momentos que é preciso juntar forças e motivar ações de investimento. Enfrentar a crise não é tarefa nada fácil, no entanto, tem muita gente que sabe lidar com esta situação e colabora para que o restante do mercado também se fortaleça. A resposta para o Buritis continuar evoluindo mesmo diante deste cenário deve estar aí. Aqui temos exemplos de sucesso, que continuaram fortes e crescendo, assim como o nosso jornal.

            Rogério Gonzaga, proprietário da Occhio Bello, primeira ótica do Buritis, inaugurada há 17 anos, diz que toda empresa deve saber administrar custos e gastos, buscar trabalhar para manter uma autonomia financeira e ficar atenta ao mercado. Tudo isto aliado à qualidade do produto oferecido e atendimento. "São situações que parecem ser simples ao dizer, mas sei que são difíceis de realizar na prática. Mas o que não podemos é jogar a toalha e dizer que não dá para encarar. Acabei de mudar a logomarca da minha empresa, ficou mais moderna e de acordo com o meu público atual. Os comerciantes do Buritis têm esse perfil e, por isso, o comércio local segue forte, apesar de todas as adversidades".

            Em relação ao JORNAL DO BURITIS, o empresário ressalta o quanto ele continua sendo importante para a fomentação do comércio do bairro. "Sem dúvidas é o melhor meio de comunicação do bairro. Sua linha editorial, levada com credibilidade e competência, faz com que o produto e marca nele anunciado tenham a melhor recepção possível. Além disso, se não tivéssemos a oportunidade de anunciar para os nossos moradores, com certeza, os perderíamos para os grandes shoppings e o comércio da região central de BH. Ser visto no JORNAL DO BURITIS fez com que esses clientes nos conhecessem, prestigiassem e, a partir daí, ficaram fiéis", diz.

            Outra empresa que tem uma rica história no Buritis é o salão de beleza de Dierley Rodrigues. Prestes a completar 16 anos, o acanhado salão que, quando inaugurado, contava com apenas o proprietário e mais um funcionário, hoje, o Espaço DR, se localiza em um majestoso imóvel, de quatro andares, e conta com mais de 70 profissionais.  "Por mais que a crise tenha chegado, não abro mão de um atendimento de qualidade, feito por profissionais altamente capacitados, e produtos de alto padrão", ressalta.

            Dierley também faz questão de destacar a importância do JB para o empresário do bairro. "Desde que o JORNAL DO BURITIS foi lançado, há 13 anos, ele se tornou uma importante referência sobre o bairro para todos nós do Espaço DR. Tenho muita confiança no trabalho da equipe e parabenizo por essa história de sucesso".

Novos empreendimentos

            Uma prova de que o Buritis segue forte diante da crise econômica é que o bairro continua sendo muito requisitado para o lançamento de novos empreendimentos. Sempre que se faz um estudo a respeito de um bom lugar para investir na capital mineira, o nosso bairro acaba encabeçando a lista. Foi o que aconteceu com Josiane Paiva e Giordano Carvalho, que há cerca de dois meses inauguraram a Amalutri, que trabalha com a venda de cervejas especiais.

            Para atender ao perfil do morador do Buritis, os empresários não economizaram no investimento. A qualidade no produto oferecido e a estrutura do estabelecimento comercial não poderiam ser minimizados. "Todo negócio tem risco. Mas, arriscar em algo com um potencial tão forte como o Buritis, nos deu coragem", diz Giordano. "A crise até nos fez dar um passo a mais para falar a verdade. Claro que a gente a sente, mas neste bairro, com criatividade, bom atendimento, bons produtos e anunciando no jornal, temos certeza que iremos vencer", completa Josiane.

Setor imobiliário inabalado

            Como pôde ser visto nos relatos citados durante à reportagem, ao longo destes 13 anos o JORNAL DO BURITIS buscou mostrar como o nosso bairro é um lugar ótimo para viver, estudar e ganhar dinheiro. Estas três situações, por consequência, fazem com que o setor imobiliário se destaque. E, mesmo em tempos de crise financeira, quando investir em bens de alto valor é algo raro, por aqui o impacto foi bem menor.

"O Buritis oferece tudo e seu custo benefício é incrível. Enquanto nos bairros da zona sul o m2 gira em torno de R$10 mil, aqui sai a R$6 mil. E o nosso bairro oferece muito mais serviços do que estes concorrentes", explica o sócio-proprietário da Imobiliária Buritis, Wagner Pissolati.

            Quanto ao trânsito intenso do bairro, Wagner diz que este é um problema comum em todos os grandes centros e que isto nunca foi um dificultador para a realização de negócios no setor imobiliário. "O Buritis é uma cidade. Tem gente que brinca ao dizer que se tivéssemos um cartório já poderíamos pedir emancipação de BH. Mesmo assim, acredito que com algumas mudanças simples, até mesmo o trânsito do bairro poderá ter um ganho enorme".

            Outra situação que mantém a força do setor imobiliário no Buritis é a alta procura por locação. Como o bairro é privilegiado pela presença de duas instituições de Ensino Superior, a procura de estudantes vindos de outras cidades para residirem próximo de onde irão estudar é muito grande. "Nestes primeiros meses do ano não tem um dia sequer que uma família não entre aqui na imobiliária procurando locação. Essa presença fortalece, não só o seguimento imobiliário, mas também todo o comércio do bairro", afirma Pissolati.

            Por todos estes motivos é que nos orgulhamos muito de trabalhar para mostrar o Buritis e continuaremos nessa linha, uma vez que acreditamos que o bairro seguirá crescendo, comercialmente e estruturalmente, e o principal, contando com excelentes moradores.

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880