› Home  › Notícias  › Notícia

CONHEÇA CHRISTIANO JUNQUEIRA

 

Christiano Junqueira, um artista completo
Ator, redator, produtor e diretor são algumas das funções exercidas por este profissional extremamente competente, que acredita e batalha, diariamente, por um circuito mineiro de comédia mais fortalecido
 
Nós últimos anos, as apresentações de stand-up comedy se tornaram “febre” em todo o Brasil. Este estilo veio importado dos Estados Unidos e já ganhou a admiração e o respeito de muitos fãs. Hoje, vários artistas apostam neste novo formato de fazer humor. Um dos principais atrativos neste tipo de espetáculo é a maior proximidade de quem se apresenta com o público, sem falar que não há grandes produções, pelo contrário, neste gênero é comum que o humorista se apresente de “cara limpa”, sem cenário, figuro e trilha sonora.
Os mineiros e, especialmente, os moradores aqui do Buritis se orgulham em ter um representante neste cenário tão rico do humor nacional. Christiano Junqueira é ator e apresentador do programa Ricardo Amado, na rádio 98 Fm, tem 36 anos, é casado, sem filhos e, pasmem, é formado em Odontologia pela Universidade Federal de Lavras. Na verdade, foi ali onde tudo começou, quando ainda era aluno e cursava uma disciplina chamada Odonto Social Preventiva (OSP), em que os alunos tinham que elaborar uma peça de teatro destinada ao público infantil, com o objetivo de mostrar a importância da prevenção para uma saúde bucal saudável. Segundo Junqueira, aquele momento foi o despertar do interesse mais aguçado sobre o mundo das artes. “Lembro-me que participei escrevendo e atuando”, recorda.
Após terminar a faculdade, em 1999, retornou a Belo Horizonte, sua cidade natal, e começou fazer parte de um grupo de teatro amador chamado Divino Ato, onde ficou por dois anos, a sua primeira encenação foi na sexta-feira da paixão, no papel de Jesus Cristo. Segundo Junqueira, essa foi à primeira apresentação com um número maior de pessoas na platéia, até por se tratar de uma festa religiosa. “Foi emocionante, são momentos inesquecíveis, até porque foi o inicio da minha vida artística”, explica.
Logo em seguida, já surgia uma oportunidade no teatro profissional. Segundo Christiano, tudo foi acontecendo muito rápido. “Eu vi um anúncio onde procuravam homens para figuração no papel de um índio, na peça Pocahontas e consegui uma vaga”, explica. “A direção era da Joselma Luchini, tenho muito a agradecer a esta pessoa, me ajudou muito”, completa.
No ano seguinte, já em 2000, já era um dos integrantes do Grupo Intervalo, do diretor Ítalo Mudado, um dos grandes expoentes do teatro e de renome nacional. “O Ítalo me ensinou a ouvir, fazíamos muita leitura de textos, interpretações, foi um verdadeiro mestre”, afirma Junqueira.
Em 2001, numa ascensão meteórica, com a peça A roupa nova do Imperador, do diretor Kleber Junqueira, o artista ainda nos seus primeiros passos já conquistava o prêmio de melhor Ator Revelação de teatro infantil pelo Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais (SINPARC-MG).  
Depois vieram as participações nas peças de teatro infantil: “Os 3 Porquinhos”, “As Férias de Tico e Teco”, “As Travessuras do Saci”. No adulto foram: “Ciúmes de Pedestre”, “Caixeiro da Taverna”, “Velorio à Brasileira” que ficou três anos em cartaz e chegou a ganhar o prêmio de maior público em 2003, “171: O Cara e a Coroa” de Marco Amaral e Rogério Falabella, ”Dez Maneiras Incríveis de Destruir seu Casamento” do diretor e dramaturgo Sérgio Abritta, que ocupa o segundo lugar de vendas de ingressos na Campanha de Popularização do Teatro de Belo Horizonte, “Três Mulheres para Fernandinho”, entre outras.
Pelo SINPARC-MG Christiano Junqueira, também foi premiado, em 2005, como melhor Ator pela peça “10 Maneiras Incríveis de Destruir Seu Casamento” e, em 2009, com “O Marido da Minha Mulher” também levou o mesmo prêmio. Com esta última peça, onde fez seu primeiro trabalho de produção, no ano de 2010, o humorista foi consagrado com o prêmio de Melhor Ator do Teatro Mineiro.
É comprovadamente um artista múltiplo e versátil. Por isto, em 2009, resolveu entrar para o mundo do stand-up comedy. Já se apresentou com a Turma da Comédia, onde ficou por seis meses. No entanto, Junqueira juntamente com o sócio Mário Alaska fundaram o grupo “Os Comédia”, especializada neste formato de humor.
Há um ano e meio, o “Os Comédia” se apresenta toda terça-feira no BHAR Savassi, os shows acontecem a partir de 21h. Christiano também faz participações com o “Comédia Di Buteco”, do comediante Geraldo Magela. Segundo ele, em 11 anos de carreira, já atuou em mais de 15 peças teatrais e dois curtas, além de uma participação em Ti-ti-ti.
De segunda a sexta está presente no Programa Ricardo Amado, da Rádio 98 FM, seu dia a dia de trabalho é bem puxado. “Eu chego às 9h da manhã e saio às 19h”, afirma. Além de acumular várias funções em seu ambiente profissional, Junqueira já pensa em um novo desafio para o ano de 2012, estrear a peça “Manual Teórico e Prático da Relação”, do autor Sérgio Abritta, onde irá produzir e atuar. “Realmente é necessário muito esforço e dedicação, mas tenho o apoio de minha mulher, Thais Gouthier, que me ajuda e fortalece sempre”, explica.
Quando questionado sobre os artistas do humor, ele demonstra que dá uma força especial para os artistas mineiros. “Gosto muito do Chico Anísio, que é incomparável, mas aqui em Minas Gerais nós contamos com um time de primeira, posso citar o Carlos Nunes, de uma geração anterior, e dos mais novos o Bruno Motta, que também é super talentoso”, afirma.
Christiano Junqueira termina a entrevista ao JORNAL DO BURITIS dizendo que seu grande sonho é que os artistas mineiros possam fazer sucesso em seu próprio território, sem ter a necessidade de estar no eixo Rio-São Paulo para que sejam reconhecidos. “Tudo na minha vida foi planejado, eu busco sucesso no meu trabalho, e nada melhor do que ser admirado e respeitado na cidade onde vivemos e no nosso Estado”, afirma.
 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880