› Home  › Notícias  › Notícia

BH lança certificação ambiental para obras e imóveis

BH lança certificação ambiental

para obras e imóveis


Com o pensamento na Copa do Mundo de 2014, Prefeitura de Belo Horizonte lança programa que visa premiar com um selo as iniciativas sustentáveis

Já se foi o tempo em que as construtoras não precisavam se preocupar com meio ambiente e sustentabilidade. Hoje, se os empresários do ramo da construção civil não se adaptarem às necessidades do mercado e, principalmente, estar dentro das normas ambientais, com certeza estará fadado ao fracasso. Iniciativas de preservação ambiental são tão importantes que a Prefeitura de Belo Horizonte lançou um programa que tem como objetivo premiar, com um selo, as iniciativas de construções, prédios e estabelecimentos comerciais para redução do consumo de água, energia elétrica e dar destinação correta aos resíduos.

Grande parte das construtoras que atuam no Buritis já possuem esta preocupação de preservação e manutenção do meio ambiente, antes mesmo de levantar a estrutura dos prédios, ainda na realização do projeto da obra, já são analisadas as maneiras como o edifício poderá economizar água e energia. Segundo Junior da Via Nobre Imóveis, empresa que atua no bairro há sete anos, hoje em dia os próprios construtores já se mostram bem preocupados com a questão ambiental. “Percebo isto nas várias reuniões que participo. É um assunto que está sempre em pauta”, afirma.

Ainda de acordo com Junior, vários prédios em construção no Buritis já estão vindo com alguns ou vários itens instalados, como o hidrômetro individual, onde cada morador é responsável pelo seu próprio consumo de água. Um exemplo desta prática é o Edifício Chateau Amboise, localizado em região privilegiada do bairro. Outro item sustentável será a caixa de gordura, que  irá contar com um reservatório onde será acumulado todo óleo consumido pelos apartamentos, lembrando que este mesmo produto será revendido, com um preço médio de R$ 0,50 o litro, para uma empresa especializada em reaproveitá-lo. Contará ainda com energia solar e captação de água das chuvas.

Além das formas já citadas de sustentabilidade, ainda existem outras maneiras de se evitar o desperdício, mesmo com o prédio ainda em construção. É o que consta em algumas obras e é chamado de captador de metais. “Além das tarefas do dia a dia este profissional também fica com a responsabilidade de “catar” pregos e outros metais que, por algum motivo, não foram utilizados, estes materiais são revendidos a empresas especializadas”, revela Junior da Via Nobre Imóveis.

A proposta deste programa é promover a redução do consumo dos recursos naturais, reciclar os resíduos sólidos e diminuir a emissão de gases que provocam o efeito estufa. É também um incentivo para os empreendimentos construídos para a Copa de 2014.

Por isto as construções, prédios e estabelecimentos comerciais que estiverem dentro das exigências do programa de certificação ambiental poderão receber os selos que são divididos em três categorias: bronze, prata ou ouro. A concessão do prêmio será auditada por meio de um instituto certificado de reconhecimento internacional, credenciado pelo INMETRO. A obtenção de cada selo dependerá dos objetivos atendidos de acordo com o que é definido pela premiação.

Para os interessados em saber outras informações sobre como participar e concorrer aos selos é só entrar em contato com a Gerência de Planejamento e Monitoramento Ambiental da Prefeitura de Belo Horizonte pelo telefone 3277-5192.

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880