› Home  › Notícias  › Notícia

Região ganha nova reserva ecológica

Região ganha nova reserva ecológica
 
Sonho antigo dos moradores, Reserva Ambiental do Estoril sai do papel com assinatura de ordem de serviço da PBH
 
No mês de março, o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, expediu uma ordem de serviço que será muito importante para o Estoril, Buritis e região.  Selecionada no Orçamento Participativo 2007/2008, uma grande mata fechada na rua Alvino de Paula, paralela à avenida Raja Gabaglia, no Estoril, se torna a partir de agora uma reserva ambiental.
 
A área com 21.000m2, originária do parcelamento do Bairro das Mansões, tem uma topografia bastante acidentada, com declive em torno de 47%, classificada pela Lei de Uso e Ocupação do Solo como Zona de Adensamento Restrito – ZAR1. Portanto, o local, além de apresentar estrutura ambiental a ser conservada, é inapropriado para residências, o que facilitou a aprovação do projeto, que era uma reivindicação antiga dos moradores.
 
Segundo o presidente da Associação de Moradores do Estoril, Marcelo Pacceli Machado, há mais de uma década os moradores sonhavam com esta obra que foi bastante comemorada por toda a comunidade. “Já era nossa intenção há muito tempo reivindicar essa reserva, mas pela necessidade prioritária de outras obras, fomos adiando esse sonho. Desde a fundação do bairro nas décadas de 1980 e 1990, com a falta de urbanização de algumas ruas e a deterioração de outras, tivemos que nos orçamentos participativos anteriores priorizar outras obras. Com conclusão dessas obras prioritárias, no OP de 2007/2008 podemos então finalmente reivindicar a implantação da Reserva Ecológica do Estoril, sonho de mais de uma década da comunidade que esta começando a se tornar realidade”, lembra.
 
As principais características que fazem do local um ponto em potencial para uma reserva, segundo Marcelo, são fato de estar isolada em uma parte do bairro com pouca interferência de residências próximas, por sua topografia, além do elevado número de espécies vegetais e animais encontradas no local. “A fauna é composta de esquilos, macacos (mico estrêla), saruês, gambás, variados tipos de pássaros como: trucal, bem-te-vis, pica-paus, gaviões, corujas, João de barro, etc. No local encontramos ainda espécies da mata de Cerrado e mata Atlântica”, ressalta o morador.

De acordo com o projeto e com a ordem de serviço da PBH, no local, como o nome diz, será feito uma reserva de espécies arbóreas de mata de Cerrado e mata Atlântica com o plantio de mais árvores nos locais degradados e a recuperação das erosões e fechamento e preservação da mesma. “A reserva trará maior qualidade vida para o bairro, na medida em que irá ajudar preservar a fauna e a flora. Evitará o clareamento de terras para a parte mais baixa do bairro evitando o assoreamento das ruas e do equipamento urbano e deslizamentos na época das chuvas. É sem dúvida uma grande vitória da comunidade, que terá em meio à selva de pedras que se tornou BH, um ponto natural muito agradável”, completa o presidente da associação de moradores.
 
Segundo a Regional Oeste, para implantação da Reserva Ecológica, haverá o reassentamento dos moradores de edificações irregulares e o cercamento do local. A previsão de custo total da obra é de R$ 499.812,81(quatrocentos e noventa e nove mil, oitocentos e doze reais e oitenta e um centavos).

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880