› Home  › Notícias  › Notícia

JB leva adolescente para equipe de basquete

JB leva adolescente para

equipe de basquete

Morador do bairro Santa Amélia entra em contato com o JORNAL DO BURITIS pedindo ajuda para colocar filho em escola de basquete; JB faz ponte com BHZ Basqueteball Club e encaixa jogador no time

 

No mês de janeiro o JORNAL DO BURITIS recebeu um e-mail solicitando que nós auxiliássemos um adolescente de 14 anos a entrar para um time de basquete. Segundo o pai do garoto, autor do pedido, pela falta de condição financeira, o garoto estava impedido de se matricular em escolas especializadas de basquete e estava receoso com o fato de passar a idade para que ele começasse a prática do esporte.

 Por coincidência, a direção do JB lembrou que no mês de agosto do ano passado foi feita uma matéria com um clube que acabara de ser criado na divisa do Buritis com o bairro Estrela D’Alva, cujo um dos objetivos era dar oportunidade para que garotos de comunidades carentes tivessem a oportunidade de praticar o esporte de maneira gratuita.

 Pensando nisso, no início de fevereiro o JB promoveu uma reunião entre o técnico do BHZ Basqueteball Club, Paulo Chaves, o solicitante e pai do adolescente, Mário Moreira Fonseca, e o futuro jogador, Gustavo Henrique Moreira Fonseca, que aos 14 anos tem 1,85m e muita vontade de ser um atleta. “Além da altura, que é bastante favorável, sem falar que ele deve crescer ainda mais, ele tem mãos largas e pés grandes, que ajudam no equilíbrio e capacidade de manuseio da bola com facilidade, características importantíssimas para um jogador de basquete”, explicou Paulo Chaves.

 Em poucos minutos de conversa ficou definido que Gustavo começa a treinar com uma nova equipe que irá se formar aos sábados. “Sempre gostei de esportes. Tentei ser jogador de futebol, mas não deu certo, até mesmo por causa da minha altura. Passei então a me interessar pelo basquete e estou muito feliz pela oportunidade”, fala com um grande sorriso o adolescente.

 Para o pai de Gustavo esta é a oportunidade de ver o filho fazendo o que gosta. “Há bastante tempo estava procurando essa oportunidade para meu filho. Ele jogava futebol, mas não levava jeito mesmo pra isso. Então, quando ele disse que queria jogar basquete, fui a busca de um local. Acabei descobrindo o site da Associação de Veteranos de Basquete e li a matéria que o jornal fez com o BHZ. Acabei tentando um contato direto com eles, mas foram vocês que receberam o e-mail. Por sorte, porque graças a isso, hoje meu filho vai ter uma oportunidade”, agradeceu Mário.

 Segundo Paulo Chaves, apesar das características de um jogador de basquete, este é apenas o primeiro passo. Agora o importante é a dedicação, aproveitando a idade para conseguir alcançar o objetivo de ser um atleta profissional. “Envergadura ele tem, mas é uma incógnita. Vamos aguardar. Vai depender muito dele para dar certo”, completa.

 TEMPORADA 2011

Depois de um segundo semestre de muitas lutas para colocar o projeto em pleno funcionamento, o BHZ Basqueteball Club começa 2011 com um ano muito promissor e muitas ideias em prática.

 Mesmo no ano passado tendo pouco tempo para trabalhar, o projeto já atingiu uma grande conquista, ficando em 1º lugar no Prêmio Escola Integrada, da Prefeitura de Belo Horizonte. Na prática, a premiação mostra que o projeto foi um sucesso nas escolas. Uma atleta do clube, Patrícia Stefany, usou parte do seu tempo para dedicar às crianças carentes da Escola Municipal Prefeito Amintas de Barros, onde treinava os alunos e desenvolvia neles a paixão pelo basquete. Outra boa notícia é que um atleta do Espírito Santo com ligação no time, Gustavo, foi pré-convocado para a seleção Sub-17. “Nossa intenção agora é trazê-lo em definitivo para cá”, destaca Paulo Chaves.

 Para este ano, projetos mais audaciosos estão sendo planejados. O primeiro deles é buscar atletas norte-americanos para dar aulas e integrar a equipe juvenil para fortalecer a base, que segundo Paulo Chaves, já está bastante forte. “Estamos pensando nisso. Caso se concretize, teremos condições de montar uma equipe capaz de disputar e competir de verdade por títulos”, afirma.

 Serviço:

As inscrições para a temporada 2011 estão abertas para novos alunos, crianças e adolescentes, feminino e masculino, entre 7 e 16 anos. Quem tiver interesse de se inscrever ou ainda em ajudar de alguma forma, basta entrar em contato pelo telefone 3378-3124, falar com Alexia. O BHZ Basqueteball Club funciona na rua Manila, 425, bairro Estrela D’alva.

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880