› Home  › Notícias  › Notícia

Buritis tem atleta campeã mundial

Buritis tem atleta campeã mundial


Moradora e professora de educação física do bairro vence competição mundial de fitness no México.


O Buritis cada vez mais surpreende quanto a diversidade de moradores autores das mais diversas proezas. Mais uma prova disso é que o bairro tem uma campeã em fisiculturismo, modalidade em que o que vale é o desenvolvimento muscular dos atletas. Quem conseguiu essa vitória é a moradora Diana Monteiro.


O 28º Campeonato Mundial de Fitness Feminino 2010 (2010 Women’s Word Championships), realizado no México, teve três dias de competição na cidade de Tlalnepantla. Diana Monteiro foi campeã na modalidade coreográfico, até 1,63m, competindo com atletas da Rússia e Europa Oriental. Numa segunda disputa, com atletas acima de 1,63m, Diana Monteiro também venceu, tornando-se a campeã Overall Fitness 2010 do IFBB (International Federation of Body Building).


Diana já foi campeã brasileira e pentacampeã sul-americana na mesma modalidade e treinou muito para o mundial. “Era o título que me faltava”, afirma a atleta, que agora prepara para se profissionalizar e seguir outros rumos da sua carreira.


Há quatro anos no Buritis, Diana é natural de Ribeirão Preto, São Paulo, cidade onde conheceu o atletismo, ginástica olímpica, dança aeróbica e, finalmente, o fitness. “Já estava na universidade quando percebi que o tempo estava ficando curto para os treinamentos. Foi aí que me decidi pelo fitness coreográfico, que na verdade é um pouco de todas as modalidades”, diz a atleta.


Além do curso de Educação Física, a atleta tem pós-graduação em Fisiologia do Exercício, com cursos de aperfeiçoamento em Moscou. Atualmente, além de morar no bairro, ela também trabalha aqui como personal trainer na Academia Maradona, que fica na avenida José Rodrigues Pereira.


Sobre a modalidade na qual se destaca, a atleta explica que as regras e a competição são muito difíceis de serem avaliadas. “O Fitness Coreográfico é a modalidade da Musculação mais complexa de competir e arbitrar. Além do físico que deve conter, pouco volume, definição e simetria, temos a coreografia que exige capacidades físicas como: força, flexibilidade, agilidade e coordenação. A dança, acrobacias e muita criatividade também fazem parte da rotina coreográfica. Antigamente eram 2/3 para o físico e 1/3 para a coreografia, mas alterações já estão sendo feitas pra ser 50% e 50%.

A análise do físico é feita como nas outras modalidades e a coreografia é analisada pelo grau de complexidade dos exercícios e criatividade”, ressalta.E assim como acontece com todo mundo nas viradas de ano, a hora agora para Diana é esquecer um pouco das vitórias no ano passado e mirar conquistas mais audaciosas em 2011. “Gostaria de disputar o Arnold Profissional já em março de 2011, mas não será possível devido a alguns procedimentos internos da IFBB Internacional; então disputarei o Arnold Classic Amateur e logo em seguida competirei nos Grand Prix Internacionais para tentar uma vaga no Ms. Fitness Olimpia 2011, onde pretendo conseguir uma colocação entre as seis primeiras colocadas”, destaca a atleta.

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880