› Home  › Notícias  › Notícia

De residencial a zona boêmia

 

De residencial a zona boêmia
 
Aumento de opções no Buritis e fortalecimento de antigos bares, faz com que o bairro se torne a cada dia mais atrativo para os moradores boêmios e pessoas que vêm de fora
 
Em um bairro com tantos jovens solteiros e jovens casais é de suma importância existir também uma infraestrutura adequada para atender esse público quando o assunto é lazer. Para quem mora há mais tempo no Buritis, sabe que o bairro foi crescendo aos poucos em todos os setores, mas o que vem crescendo de forma meteórica em nosso bairro são os bares.
 
Hoje, podemos dizer sem dúvida que, se Belo Horizonte é a capital mundial dos botecos, o Buritis tem uma grande parcela nessa realidade boêmia. Se fizermos um comparativo de um ano para cá, são pelo menos dez novos bares, sendo recordistas os “churrasquinhos”.
 
Os estabelecimentos que já estão no bairro há mais tempo, também se beneficiaram com as novas opções, visto que com o leque de alternativas, moradores não saem mais com tanta frequência em busca de outros bairros, o que acaba por aumentar também o movimento nesses antigos locais. Além disso, aumentando a concorrência e o público, esses locais tiveram que inventar novas opções e atrativos, como as frequentes músicas ao vivo, para pegar parte dessa turma que curte uma bela noite, o que deixou o bairro ainda melhor.
 
Quem comprova isso é o empresário Eduardo Reis, proprietário do Astron Beer, na avenida Professor Mário Werneck. Há cinco anos no bairro, Eduardo diz que o bar nunca esteve tão movimentado, mas reforça que para isso teve que aumentar o atrativo para os moradores. “O crescimento é constante. Temos clientes fieis e a cada dia esse público aumenta. Mas para conseguir isso, incrementamos o cardápio, além de oferecer música ao vivo nas quintas, sextas e sábados”, explica.
 
Mas Eduardo ressalta que nem só de moradores é feito o movimento em seu bar, o que comprova que o Buritis está mesmo chamando a atenção até mesmo fora das fronteiras do bairro. “Hoje meu público é 50% de moradores e outros 50% de fora do bairro. Com o fim de ano agora, temos até reservas de festas de empresas que nada tem a ver com o Buritis. Acredito que isso vem acontecendo porque o bairro está cada vez mais estruturado. O jovem que gosta da noite tem diversas opções interessantes aqui”.
 
Para as irmãs Sílvia e Fernanda Liberato é exatamente isso que faz com que o bairro seja um dos locais em que elas mais gostam de curtir a noite. Ex-moradoras, mas eternas admiradoras do Buritis, sempre que podem, elas vêm aproveitar as noites no bairro. “Moramos aqui durante oito anos, há cinco meses mudamos para outro lugar. Mas nem por isso abandonamos o bairro. Aqui é muito bom, agradável, atendimento excelente, cerveja gelada e tira-gosto da melhor qualidade. Gostamos muito da noite no Buritis, são diversas opções e procuramos variar onde vamos aqui, mas sempre estamos frequentando o bairro. O Buritis tem a característica de ser um local tranquilo e aconchegante. E isso nós não encontramos na maioria dos outros bairros da cidade”, opinam as irmãs.
 
CHEGADA DE NOVOS EMPREENDIMENTOS
MOVIMENTA AINDA MAIS O BAIRRO
 
E é por causa desse público cada vez mais fiel que o Buritis dá espaço para que outros empresários do ramos se deem bem. Inaugurados há pouco mais de um ano, em pontos distintos da avenida Prof. Mário Werneck, a Pizzaria Papatutti e a churrascaria Boi Vaca tiveram a seu favor o “efeito novidade”, que naturalmente atraem novos clientes, mas hoje se sustentam e veem seu movimento crescer gradativamente.
 
No caso da pizzaria, que fica na esquina com a rua Maria Heilbuth Surette, um ponto fortíssimo ao seu favor foi a localização. Há pouco mais de um ano, esta área do bairro tinha pouquíssimos estabelecimentos noturnos em funcionamento. Hoje, além dela, há um boteco e um churrasquinho no outro lado da rua, que estão sempre bem movimentados. O gerente da pizzaria, Joílson Toledo, é outro que compartilha que o leque de opções no bairro fez com que os moradores deixassem de sair com tanta freqüência. “Faltava alguma coisa nesse lado do bairro, e o público daqui viu que nossas opções são boas para quem quer se divertir e ao mesmo tempo ter opções de qualidade à noite. Nossa clientela é variada, mas percebemos que famílias sentiam mais falta de um lugar como este no Buritis, para poder levar os filhos que brincam no playground enquanto os pais se distraem. Temos um público fiel que sabe não ser mais preciso procurar outros locais quando querem opções durante a noite”, explica.
 
Já o Boi Vaca é a certeza de que se um empresário que investir no setor, com qualidade, terá seu espaço no bairro. Inaugurado há um ano, na avenida Prof. Mário Werneck, na entrada do bairro para quem chega pela avenida Barão Homem de Melo, de acordo com gerente Vanderlei Borges, o movimento é sempre intenso. “Tivemos o efeito novidade, mas depois conseguimos manter a clientela. É uma prova de que os moradores almejavam um ponto como o nosso, com vasta opção gastronômica e de bebidas”, afirma.
 
Morador do Buritis há um ano e meio, o empresário Flávio Araújo é outro apreciador da noite do Buritis. Segundo ele, que percebe uma constante melhora do segmento no bairro, o Buritis lhe proporcionou sair para curtir um happy hour sem se preocupar com a volta pra casa. “Acho que para os mais jovens falta uma boa boate. Mas eu gosto é de boteco, então não tenho o que reclamar. Para sair com os amigos ou com a esposa, o Buritis é excelente. Musica ao vivo, área aberta — uma grande paixão dos mineiros é beber em calçadas —, atendimento de alta qualidade, cerveja gelada, tira-gosto muito bom, pra mim é perfeito. Sem falar que cada dia tem mais opções e é interessante porque podemos variar um pouco, sem sair do bairro e ter a tranquilidade de estarmos perto de casa. É por este e outros motivos que eu adoro o Buritis”, completa o empresário.
 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880