› Home  › Notícias  › Notícia

Uma moradora com um traço todo especial

Uma moradora com
um traço todo especial


Com exposições pelos quatro cantos do Brasil e em diversos países, a artista Plástica Ana Dias, moradora do Buritis, revela suas paixões e inspirações que a levaram ao reconhecimento mundial


Uma grande prova que o artista precisa de espaço e incentivo está na história de uma das mais bem sucedidas artistas plásticas de Minas Gerais, que também é moradora do Buritis. O seu nome, Ana Dias. Apaixonada por artes desde pequena, Ana começou a descobrir sua veia artística ainda quando tinha seus 14, 15 anos. “Eu era vizinha do grande artista Eduardo Souza Lima e acompanhando seu trabalho comecei a ficar encantada e a me interessar pela pintura”, lembra.


Autodidata, mas que reconhece a força e a importância de cursos de aperfeiçoamento, tanto que possui em seu currículo seis grandes cursos na área, a artista começou seu trabalho reproduzindo cópias de quadros famosos, como de Cézanne.


Mas ao passar do tempo e com a experiência que foi adquirindo, a artista começou a se interessar pelo Barroco, que acabou se tornando a grande paixão e referência em suas obras. “Nasci em Congonhas e sempre fui apaixonada e encantada pelas obras do meu grande mestre: o Aleijadinho. A minha estrada é real, onde o assunto é a história contada por meio da arte, da cultura, do turismo, da degustação, da culinária, dos hábitos, que envolvem o meu estado barroco”, ressalta Ana.


Hoje, a artista tem um total de mais de duas mil obras. Extremamente rápida em suas criações, tudo para Ana serve como fonte de inspiração. “Em um de meus quadros, estava em um restaurante. Ao ver a mesa com os alimentos, resolvi naquele momento começar a pintar. Rapidamente estava o quadro pronto. Foi uma inspiração que tive no momento que reproduzi em uma pintura. E basicamente funciono assim. Uso a imaginação, exercito olhar para pintar e com isso exercito a arte. Em cada tela a gente ensaia a imaginação”, explica.


A influência do Barroco e das paisagens mineiras é tão grande na vida desta artista que uma das fases de sua trajetória como pintora, Ana Dias usou folhas de ouro para representar a grande riqueza nossa do passado. “Foram doze quadros nesta fase. Com folhas de ouro, me baseava nas cavernas de Minas, sempre usando elementos do Barroco. Todas as minhas obras têm ligações com o Barroco de Minas”, conta.


Mas toda essa paixão pelo Barroco Mineiro tem uma explicação. Ana Dias lembra que esse estilo surgiu na Europa e quando foi trazido para Minas, os pintores e escultores mineiros mostraram sua grande habilidade e imaginação, que resultaram em obras fantásticas e renomadas mundialmente. “A informação era apenas interpretada. E esta é a maravilha disso. Porque os artistas imaginavam e criavam uma coisa inédita. O artista mineiro é de uma habilidade incrível e capaz de criar coisas magníficas. A imaginação é uma necessidade do espírito”, diz.


Ana Dias já recebeu nove prêmios ao longo de sua carreira, sendo um deles em Nova York, com a obra “Pássaros Vermelhos”. A artista, inclusive, morou em NY, onde conheceu diversos artistas renomados e foi fonte também de diversas inspirações para a criação de mais obras de arte. 


Ao todo, Ana Dias ainda participou de pelo menos 18 exposições nacionais, pelos quatro cantos do país, além de outras 12 exposições internacionais, nos EUA e Portugal, onde inclusive teve suas obras divulgadas em um livro.


“Desde o início, quando comecei a pintar e resolvi que seria artista pelo resto da vida, já foram mais de 40 anos de pinceladas, misturando expressão e cores. Eu não me limito às telas e deliro diante de cada novo material, textura ou possibilidades, porque o essencial é estar criando incessantemente”, conclui a artista.

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880