› Home  › Notícias  › Notícia

Incentivo ao Esporte desde a Infância

Incentivo ao esporte desde criança


Projeto do Minas Tênis Clube em parceria com o Efigênia Vidigal / COC busca incentivar a prática esportiva em criança.


Em 2016, o Brasil, através do Rio de Janeiro, será sede das Olimpíadas. Como país que receberá a competição esportiva mais completa do mundo, automaticamente estamos garantidos em todas as modalidades. Mas, apesar da principal preocupação ser com a infraestrutura, a verdade é que estamos ainda muito longe de ser uma potência olímpica. Exceto alguns poucos esportes, a realidade é que na grande maioria das competições somos historicamente apenas coadjuvantes.


Para especialistas, o grande problema não é o que muitos afirmam ser a falta de cultura dos desportistas nacionais, que muitas vezes só pensam em ser jogadores de futebol. Mas, sim, a falta de incentivo, que vem desde criança, para a prática esportiva, principalmente nos colégios públicos.


Uma iniciativa no bairro que vem mostrando sua preocupação com o futuro dos atletas, mas também com a formação do cidadão como um todo, não apenas esportivamente, é o Curso Básico de Esportes, um projeto do Minas Tênis Clube em parceria com o Colégio Efigênia Vidigal / COC.


No sábado, dia 30 de outubro, o Colégio e a escola de esportes do Minas Tênis Clube promoveram um dia para os pais, onde foram mostrados os avanços dos filhos nas modalidades praticadas por eles nos últimos seis meses.
De acordo com o coordenador da E

scola de Esportes do Minas, Bruno Nascimento, o principal objetivo do curso é proporcionar o estímulo, a preparação e a iniciação esportiva da criança, que se subdivide em várias faixas etárias. “Com as crianças menores, de 3 e 4 anos, fazemos o trabalho de estimulação, com o foco sobre as vivências motoras; de 5 a 6 anos, fazemos o trabalho de preparação, quando elas começam a ter uma real noção dos esportes praticados; e a última fase do Curso é o da iniciação, quando as crianças começam a realmente praticar o esporte escolhido por ela. A partir disso, caso tenha aptidão para o esporte mesmo,  nós fazemos o encaminhamento”, explica.


ENTENDA O PROGRAMA
Na fase de iniciação, as crianças têm a oportunidade de experimentar várias vivências motoras, utilizando de comportamentos corporais até então não muito utilizados por elas. Dentre esses comportamentos que são explorados nas aulas está o rolar, saltar e arrastar. “As próprias crianças aprendem a criar o repertório motor adequado às atividades a que destinam. Todas as atividades programadas são embasadas no manual deste programa que utiliza do lúdico como ferramenta para alcançar os objetivos e motivar a criança à pratica de esportes”, afirma Manoela Resende, também coordenadora do Curso Básico de Esportes.


Segundo ela, que é professora de natação, após este período, a criança, já com uma aptidão aos esportes em geral, começa a fase da preparação. Nesta fase, as crianças já estão preparadas para dar início à prática de grandes jogos e começam a entender regras mais complexas que aquelas já sistematizadas, o que de fato é importante para a aquisição de habilidades voltadas à prática esportiva. “Neste período embora seja ainda utilizada a ferramenta de ludicidade, as crianças automaticamente estão mais competitivas e têm o interesse por disputas mais simples, em que o objetivo final não é ganhar, mas competir. Nesta etapa iniciam-se atividades com materiais em que o controle corporal é mais exigido, como na ginástica artística, as crianças já possuem grande parte deste acervo corporal/motor adquirido na etapa anterior”, ressalta.

A última etapa, a da iniciação, também é uma sequência. Nesta fase, as crianças estão preparadas para iniciar no esporte. “É nesta fase que elas iniciam os fundamentos técnicos e táticos de cada modalidade, e as regras passam a ser assim mais complexas, de forma que a criança precise utilizar de seu feedback interno para solucionar os problemas motores que começam a surgir, buscando padrões mais refinados de movimentos”, afirma Manoela.


No dia da apresentação dos resultados semestrais aos pais, para tornar as atividades mais interessantes e cumprir a missão de aproximar ainda mais a família da escola, houve sorteio de brindes, brincadeiras e muita diversão. “É a oportunidades que temos de mostrar a evolução dos filhos e ao mesmo tempo fazer um programa de família na escola. Os pais vieram, se divertiram e a ainda passaram uma manhã agradável com seus filhos”, contou Manoela.

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880