› Home  › Notícias  › Notícia

Buritis em ritmo de Basquete

Buritis em ritmo de Basquete


 
O Olympico Club, que sedia parte de seus jogos no Buritis e tem no bairro vários de seus importantes parceiros, incluindo o JORNAL DO BURITIS, apresentou oficialmente sua equipe Catalão/Olympico, que disputa o Campeonato Mineiro de Basquete Adulto, a Copa Brasil e a Super Copa Brasil.


Para os moradores do Buritis que gostam do esporte, esta é um boa oportunidade de presenciar partidas de equipes profissionais. Ao todo foram cinco jogos no bairro dentro do Campeonato Mineiro. Todos eles no ginásio BHZ Basketball Club, que funciona na rua Manila, 425, divisa do Buritis com Estrela D’alva.


Outro fator importante que faz o Buritis ter participação ativa no dia a dia do clube é que o bairro é a moradia de vários atletas, que estão em apartamentos cedidos por parceiros. “Dois dos nossos principais reforços para esta temporada, os norte-americanos Tony Dannison e Jerome Stamper, já estão morando no bairro. Aqui eles têm toda a estrutura necessária para descansar e ao mesmo tempo estarem perto dos locais de treinamento e de jogos”, destaca o ex-jogador profissional e diretor do clube Flávio Magalhães.Os dois atletas estrangeiros foram apresentados dia 24 de setembro, um dia antes da estreia do Catalão/Olympico no Campeonato Mineiro. Jerome Stamper, que jogou em 2005 no Mackenzie, afirmou estar satisfeito em voltar ao Brasil. “Tive uma boa passagem por aqui. Hoje estou mais experiente e espero fazer um grande trabalho no Olympico”, frisou o ala/pivô de 29 anos.
 
Já Tony Dennison, se mostrou animado com a estrutura do clube. “O clube é grande, tem estrutura e a equipe também me parece ser bem forte. Estou muito animado”, afirmou o ala de 23 anos.
Outro grande reforço do clube para temporada, o treinador norte-americano, Mike Frink, se mostrou adaptado ao Brasil e disse que o idioma não irá atrapalhar seu trabalho. “Eu sei que não falo perfeitamente o português, mas falo bem o Basquete e isso é o mais importante”, enfatizou o ex-técnico de defesa da Seleção Brasileira de Basquete, que esteve presente nas Olimpíadas de 92 e 96.


Apesar do pouco tempo de trabalho que teve antes da estreia, o treinador se disse satisfeito e confiante com o projeto montado pelo clube. “Temos um grande desafio pela frente, mas estamos confiantes com a equipe que montamos. Temos jogadores jovens e outros experientes, que serão fundamentais para nossa intenção que é nos classificar para o NBB. Acredito que com um período de trabalho consigamos montar a equipe ideal. Temos grandes desafios, com adversários de alto nível, mas vamos fazer um trabalho preparativo e quando chegarem as competições nacionais lutarmos para ficar com uma das vagas para o NBB”, ressalta o treinador.


Além dos dois jogadores e o treinador norte-americanos, o Catalão/Olympico trouxe para a temporada o pivô Rodrigo Bahia, que defendeu a Seleção Brasileira no ano de 1999, o experiente armador Djair e o ala Feliz, que já jogou no exterior. Todos estes atletas vinham atuando no Basquete de São Paulo. Para o diretor Flávio Magalhães, a formação do time adulto é uma realização incrível para o clube. “É um antigo sonho de complementar excelente trabalho de base, que o clube vem desenvolvendo, até chegar à categoria adulta”, afirma.

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880