› Home  › Notícias  › Notícia

Mudanças no trânsito do Buritis

BHTrans promove
mudanças no trânsito


Ruas onde eram comuns os congestionamentos e muita confusão na circulação são alteradas; comunidade e JORNAL DO BURITIS são co-responsáveis pelas mudanças


No mês de julho o JORNAL DO BURITIS trouxe uma matéria na qual publicamos o martírio dos moradores da rua Victorio Magnavacca por causa da confusão no trânsito local. Depois de várias reclamações de moradores, mostramos como todos os dias motoristas que precisam passar pela via enfrentavam nos horários mais movimentados um congestionamento, muitas vezes, causado pelas constantes infrações, mas também pela inviabilidade da rua em atender tantos veículos que circulavam, em alguns trechos, em mão dupla.


Na ocasião, inclusive, a própria BHTrans afirmou que o problema era real e notório, principalmente no trecho entre as ruas Walter Guimarães Figueiredo e Heitor Menin, e que um estudo seria feito no local para ver as possíveis alterações que pudessem ser feitas, para melhorar a circulação na via, sem que isto prejudicasse outros pontos do bairro.


Com o constante apelo da comunidade e do JB, enfim estas mudanças saíram do papel. Na quinta-feira, dia 23 de setembro, a circulação mudou na rua Victorio Magnavacca, entre rua Walter Guimarães Figueiredo e Heitor Menin, onde era mão dupla,  e passou a operar em mão única sentido Heitor Menin; rua Walter Guimarães Figueiredo, entre rua Engenheiro Alberto Pontes e rua Professora Bartira Mourão, que também era mão dupla, e passou para mão única sentido Professora Bartira Mourão; e a última alteração, na rua Walter Guimarães Figueiredo, entre avenida Professor Mário Werneck e rua Vitório Magnavacca, onde passou a ser em mão única sentido Vitório Magnavacca.


Porém, estas mudanças, se por um lado resolveram a situação, principalmente na Victorio Magnavacca, por outro aumentaram ainda mais os problemas na avenida Prof. Mário Werneck. Motoristas que seguiam pela Paulo Diniz Carneiro, que já não podiam subir a Engenheiro Alberto Pontes, perderam também a opção de entrar na Victorio Magnavacca, aumentando ainda mais o fluxo na Mário Werneck, que já está saturada.


Com isso, no dia 4 de outubro, uma nova mudança foi feita. A Victorio Magnavacca continua sendo apenas em mão única, contudo, ao contrário da outra mudança, com a circulação sendo permitida sentido rua Heitor Menin/rua Walter Guimarães Figueiredo. Mas, para fazer esta mudança, foi necessário voltar também a circulação em mão dupla na rua Walter Guimarães Figueiredo, entre avenida Professor Mário Werneck e rua Vitório Magnavacca, o que para o morador, Ricardo Castanheira, exigirá uma maior fiscalização.

“Na verdade acho que o que acontece é uma inversão de valores. Estão valorizando os visitantes e esquecendo os moradores. Essas mudanças na circulação das vias aconteceram porque não há controle sobre os infratores. Se houvesse multas reiteradas, todos os dias fiscalização, multando sempre os infratores, bastava apenas colocar um lado proibido estacionar que daria para o trânsito ser feito nos dois sentidos. Como não conseguiram acabar com os infratores, eles colocam a via em mão simples e estacionamento dos dois lados. O que deveria ser feito é um controle rígido e estacionamento em um lado em todas as vias de trânsito local do bairro”, opina.


Apesar disso, Ricardo, que mora na rua Engenheiro Alberto Pontes, acredita que depois da equivocada mudança que aconteceu em setembro, esta nova mudança deve ser positiva. “Aquela primeira mudança foi péssima. Com a proibição de seguir pela Victorio Magnavacca sentido Walter Guimarães Figueiredo, assim como já era na Alberto Pontes, a Heitor Menin ficou impraticável. Agora já percebemos que melhorou”, destaca.
 
EFEITOS POSITIVOS


E as mudanças realmente já surtiram efeitos positivos. Nossa equipe de reportagem esteve no local na manhã de quinta-feira, dia 6 de outubro, horário de maior movimento no local com motoristas saindo para o trabalho e pais deixando filhos no Colégio Efigênia Vidigal-COC, e constatamos que a circulação está bem mais tranquila.


De acordo com o analista de transporte e trânsito da BHTrans, responsável pela Regional Oeste, José Renato de Oliveira, esta mudança, além de proporcionar mais fluidez no trânsito, trará mais segurança para os motoristas e moradores da via. “Nos horários de maior movimento o tráfego  realmente estava quase  impraticável no local. Mas a expectativa agora é de que isso melhore. Tem ainda o lado da segurança, já que antes motoristas eram obrigados a entrar na contramão para poder passar em alguns pontos. Sendo a circulação em sentido único agora, a tendência é que esse problema desapareça”, destaca.


Como o trânsito é um quesito que muda constantemente, diversas outras ruas do bairro podem estar passando pelo mesmo problema e talvez necessitem de uma revisão na circulação. Quem tiver problemas e sugestões, basta entrar em contato com o setor de análise da BHTrans, na Regional Oeste, pelos telefones: 3277-9195 ou 3277-9197.


Confira as alterações:
1)  A rua Vitório Magnavacca, entre rua Heitor Menin e rua Walter Guimarães Figueiredo, era mão dupla e passa a operar em mão única direcional nesse sentido;
2) A Rua Walter Guimarães Figueiredo, entre Rua Engenheiro Alberto Pontes e Rua Professora Bartira Mourão, era mão dupla e passa a operar em mão única direcional nesse sentido;
3)  A Rua Walter Guimarães Figueiredo, entre Avenida Professor Mário Werneck e Rua Vitório Magnavacca, era mão dupla, passou a operar em mão única direcional nesse sentido, e voltou a ser mão dupla.

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880