› Home  › Notícias  › Notícia

A busca por mais lazer

A busca por mais lazer


Moradores pedem construção de praças em pontos ociosos do bairro, que traria mais qualidade de vida para comunidade e oportunidade de espaços públicos para convívio
 
Uma das grandes reclamações dos moradores do bairro é com relação a áreas de lazer e esportes para as crianças e adultos. Se por um lado o bairro é completo em infraestrutura comercial, pelo outro oferece poucas opções quando o assunto é o lazer gratuito. Mas um fato joga a favor: somos um dos poucos bairros em Belo Horizonte que ainda não foram completamente tomados pelo concreto, com diversas áreas desocupadas que poderiam servir para a construção desses espaços de lazer.
 
Nesse sentido, uma dica que o JORNAL DO BURITIS recebeu ao longo do mês foi da moradora da rua Marco Aurélio de Miranda, Roberta Souza. Esta via, completamente plana e muito usada para adultos e idosos fazerem caminhadas, segundo esta moradora, poderia ser ainda melhor aproveitada em um espaço, que já possui até um canteiro, mas que não está sendo aproveitado talvez pela falta de brinquedos e iluminação. Ou seja, tem a estrutura de uma praça, porém sem os mesmos benefícios.
 
Este canteiro fica no início da rua Protásio de Oliveira Penna, em um ponto onde nada pode ser construído, visto que é todo cercado por barrancos que não podem ser destruídos já que em volta há construções. “A ideia surgiu depois que eu e meu marido percebemos que as duas ruas, tanto a Protásio de Oliveira Penna quanto a Marco Aurélio de Miranda, são usadas frequentemente por moradores e babás para fazerem exercícios físicos ou passear com as crianças. E como é uma área completamente ociosa, seria muito bom se fosse usada para este benefício”, destaca Roberta Souza.
 
A ideia da moradora seria que no local fossem colocados alguns brinquedos, mesas e cadeiras para as crianças e aparelhos como barras para auxiliar os mais velhos a fazerem exercícios. “Moro no Buritis há cinco anos. Antes disso morava em Curitiba. Lá, qualquer espaço, por menor que seja, à toa, é usado para fazer uma pracinha. Seria um gasto irrisório mas que traria grande benefícios aos moradores do bairro”, explica Roberta.
 
A moradora ainda lembra que o Buritis é um dos bairros mais verticalizados da cidade e que um grande problema nisso é a falta de opções para as crianças que muitas vezes são obrigadas a ficarem presas dentro de casa por não ter um espaço tranquilo e seguro para se divertirem. “Temos o Parque Aggeo Pio Sobrinho, a Praça Aroldo Tenuta e mais umas duas pequenas praças no bairro. Mas é muito pouco. Por ser um bairro imenso como é o nosso, não temos condições de levar os filhos em alguns pontos. Fica muito distante. O ideal seria mesmo que cada ponto do bairro tivesse uma área de lazer, ainda mais em um bairro onde a maioria das construções são apartamentos e é difícil encontrar alguma coisa atrativa que tire os filhos de casa”.
 
Outra reclamação da moradora é que este espaço de lazer ainda poderia aproximar mais os vizinhos, que muitas vezes nem se conhecem. “Faltam espaços de convivência e acho que a praça traria esta proximidade”, diz Roberta.
 
Procurada pela nossa reportagem, a Gerência de Parques e Jardins da Regional Oeste informou que a obra de implantação e revitalização da praça é de grande porte e sugeriu que a mesma seja pleiteada nas rodadas do OP. Mas como a obra não foi requerida na abertura do Orçamento Participativo, onde foram distribuídos formulários às lideranças comunitárias para solicitação de obras, outra opção seria a adoção do espaço por uma empresa, numa “Parceria Público/Privada”.
 
“Acredito que esta seria a melhor solução. Nada mais justo que, por exemplo, uma grande construtora, que tanto se beneficia com obras no bairro, desse esse retorno para a comunidade. Seria uma forma de mostrar sua gratidão com o bairro e com os moradores que tanto já investiram nessas mesmas empresas”, conclui Roberta.

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880