› Home  › Notícias  › Notícia

Rua Victório Magnavacca mais transitável

Victório Magnavacca mais transitável
 

PM e BHTrans intensificaram fiscalização no local 
 
Há vários meses o JORNAL DO BURITIS tem mostrado constantemente os problemas que o bairro enfrenta no trânsito. Um exemplo disso é a constante e incisiva reclamação dos moradores da rua Victorio Magnavacca, no trecho que fica entre as ruas Walter Guimarães Figueiredo e Heitor Menin. Apesar de a própria BHTrans já ter afirmado que alguns pontos do bairro estavam sendo reestudados a sinalização, inclusive nesta rua, o local funciona com via de mão dupla e, a falta de respeito com a sinalização, que proíbe o estacionamento para quem segue no sentido Walter Guimarães Figueiredo, deixa o trânsito em alguns momentos completamente interditado na via.
 
De acordo com a Polícia Militar, realmente já constam reclamações sobre esta rua, sendo ela, inclusive, alvo de operações conjuntas entre a PM e a BHTrans. “Essas operações estão surtindo um efeito muito positivo. Com já havíamos falado anteriormente, nossa intenção é educar e não apenas punir. Quando há uma reclamação, uma ligação para a nossa Cia informando o problema, vamos até o local e buscamos orientar os infratores. Caso persistam no problema, aí, sim, nós partimos para a aplicação de multas”, explica o comandante da 126ª Cia do 5ºBPM, Major Claudiney de Oliveira Leite.
 
E estas fiscalizações estão realmente acontecendo no local. Porteiro há 14 anos do Edifício Parque do Estoril, que fica no trecho citado na Victorio Magnavacca,  Adevaldo Oliveira de Jesus explica que o local às vezes fica mesmo intransitável. Mas no fim de junho uma operação constante da Polícia com BHTrans reduziu muito as infrações no local. “Não foram poucas as vezes que vi congestionamentos aqui porque motoristas param os carros nos dois sentidos. Tem vezes que o trânsito fica completamente parado por 10, 15 minutos. Porém, nas últimas semanas melhorou. Mas também, todo fim de tarde BHTrans e polícia estavam vindo e passando a caneta em todo mundo. Espantou todo mundo que estava parando no lado proibido”, afirma.
 
A situação na rua chegou a ser tão complicada, segundo Adevaldo, que até mesmo o carro da polícia um dia ficou parado por causa de engarrafamento. “Foi até interessante. Um policial da Rotam desceu do carro e foi até um caminhão que estava bloqueando a pista porque os dois lados estavam fechados por carros estacionados e ele não teve como passar”, lembra.
 
De acordo com a PM, são os próprios moradores os que podem fazer a diferença para evitar que a situação em ruas como a Victorio Magnavacca continuem a apresentar esse tipo de problema. Segundo o major, com a reclamação em mãos, os pontos de maior vulnerabilidade são mapeados e passam a ser prioridade para os ficais e policiais que atuam na operação conjunta, exatamente como aconteceu nesta rua, onde depois de constantes reclamações, hoje ela é alvo quase que diariamente de fiscalização.
 
“De segunda a sexta um policial junto com dois agentes da BHTrans rodam durante todo o dia pelo bairro e pela região em dois turnos para vigiar e fiscalizar o trânsito. Nos fins de semana, quando há também uma maior demanda, também realizamos operações. Quando há uma ligação para a Cia informando uma infração ou um problema que esteja acontecendo em determinada rua, imediatamente uma equipe é deslocada para o local. Por isso, a importância da participação da comunidade. Infelizmente não temos um efetivo capaz de cobrir durante todo o dia todas as ruas do bairro. São através destas ligações que podem ser feitas pelo telefone 3378-1332, que nos ajudam a corrigir o problema”, lembra.
 
Ele completa relatando que a ação da PM no local foi fruto de uma reportagem do jornal. “Como o próprio JORNAL DO BURITIS já havia nos informado, quando a BHTrans ficou impossibilitada de agir com mais rigor, inclusive com a aplicação de multas, a situação no bairro havia piorado mesmo. Porém, depois desta parceria com a BHTrans, que nos ajuda com infraestrutura, além dos agentes, estamos conseguindo fazer uma fiscalização mais próxima e eficaz, e com a ajuda do bairro, que é de suma importância para sabermos dos problemas, nossa expectativa é de que em curto prazo consigamos resolver essas questões”, conclui o major.  

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880