› Home  › Notícias  › Notícia

Dia das mães: confiança de boas vendas

Dia das mães: confiança de boas vendas

Comerciantes do bairro estão esperançosos com a proximidade das datas festivas. Expectativa é de bom crescimento em relação ao ano passado.

 

Maio é um dos meses mais comemorados pelos comerciantes. Além de ser o mês das mães — segunda melhor data para o comércio no país —, é o período que marca o início das datas comemorativas mais importantes para o comércio. Em junho tem o Dia dos Namorados e a partir do segundo semestre são várias datas festivas, que incluem Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal. Depois de passada a crise econômica, que tanto assustou os comerciantes durante essas datas nos anos anteriores, o período chega com uma expectativa muito boa dos empresários, que acreditam ter a oportunidade de espantar o período ruim de vendas, marcado nos primeiros meses do ano.

 

E quem ganha com isso são os clientes, porque se o aumento das vendas é prioridade nos estabelecimentos comerciais do bairro é sinal que as promoções também estão chegando. Uma prova disso é a ótica Occhio Bello. Segundo o proprietário, Rogério Vilella, a ocasião permite algumas promoções especiais por causa do aumento das vendas, além de ser uma boa estratégia para agradar os clientes. “É o presente que nós damos para as mamães dos Buritis. Na semana do Dia das Mães vamos dar um desconto de 20% em toda a linha de óculos solar feminino nas compras a vista”, destaca.

 

De acordo com Rogério, esta é mesmo uma data a ser comemorada pelo comércio. Depois dos quatro primeiros meses do ano terem sido de baixas vendas para presentes, com a chegada das datas comemorativas, a expectativa é a melhor possível. “Janeiro, fevereiro e março, nosso movimento foi ruim para presentes. Temos um outro público que são pessoas que compram óculos de graus para si mesmos, mas para os presentes, agora é que começa a melhorar. Nós comerciantes dizemos que o Dia das Mães é como um segundo Natal, mas na verdade, ele marca essa passagem de um período ruim para um período bom que começa a partir de agora. Os primeiros meses do ano são períodos em que as famílias têm outras preocupações como os impostos, materiais escolares, viagens, festas, mas agora a situação muda. Em abril, quando os gastos diminuíram, o movimento já aumentou um pouco. E a expectativa a partir de agora é a melhor possível”, afirma Rogério que espera um aumento de 20% nas vendas para este Dia das Mães em relação ao ano passado. 

 

O empresário ainda aponta um outro fator que exerce muita influência para o aumento das vendas neste período. “O Dia das Mães mexe com o sentimento das pessoas, até muito mais que o Dia dos Pais. Nem que seja uma lembrancinha, os filhos compram. É por isso que ele tem essa magnitude que se chega a comparar com o Natal. É uma data que explora muito bem a emoção das pessoas, que mexe mesmo com o sentimentalismo. E, apesar de não ter como precisar números, posso dizer que no próprio Natal, as mães só não ganham mais presentes que as crianças. Muitos deixam de dar um presente para um amigo, até para o pai, mas as mães são sempre lembradas”, opina.

 

 

Vendas devem crescer até 5,5% em relação ao ano passado, segundo CDL

 

O comércio da capital deve movimentar entre R$ 1,92 bilhão e R$ 1,96 bilhão no mês de maio, em função da comemoração do Dia das Mães, o que corresponde a um aumento de até 5,5% nas vendas em relação aos negócios registrados no ano passado, conforme pesquisa divulgada no dia 26 de abril pela Câmara de Dirigentes Lojistas da Belo Horizonte (CDL-BH).

E os consumidores pretendem desembolsar até R$ 100 com presentes. Segundo o levantamento, para 57,88% dos entrevistados o tíquete médio na data deve variar entre R$ 51 e R$ 100. O percentual cresceu neste ano, já que em 2009 apenas 38,86% das pessoas consultadas optaram por esta faixa de preço. Em 2010, 31,19% gastarão até R$ 50 com o presente e 7,07% disseram que irão desembolsar entre R$ 101 e R$ 250. Depois, apareceram na pesquisa (3,54%) os consumidores que devem gastar entre R$ 251 e R$ 500. E, por último, ficaram aqueles (0,32%) que pretendem investir mais de R$ 500.


Ainda de acordo com a pesquisa, a forma preferida de pagamento, conforme 51,29% dos consumidores entrevistados pela CDL-BH, é o dinheiro. Um crescimento de quase seis pontos percentuais em relação à consulta realizada no ano passado, quando 45,7% dos ouvidos revelaram mesma preferência. Em seguida, vieram o cartão de crédito (19,35%), o cartão de débito (17,42%), à vista no cartão de crédito (7,1%), a prazo no cheque (1,94%), à vista no cheque (1,61%), parcelado no cartão da própria loja (0,97%) e à vista no cartão da loja (0,32%).


NO DIA DAS MÃES DÊ UM PRESENTE ESPECIAL

 

Para quem ainda não escolheu o que vai dar de presente para a sua mãe, vai uma dica muito especial: dê beleza, saúde e bem-estar. “Ser mãe é ter uma rotina atribulada. Elas cuidam da casa, dos filhos, do marido e muitas ainda trabalham fora. Com tantos afazeres, muitas se esquecem ou mesmo não têm tempo de dar uma incrementada no visual. Que mãe não queria ganhar um tratamento estético?”, comenta a gerente Clínica de estética Fina Forma, Mariana Damian. E ressalta. “Tratar a mãe com muito amor é mais que uma obrigação de um bom filho. Quem quiser presenteá-la de uma forma diferenciada, pode surpreendê-la com um tratamento que vai deixá-la ainda mais bonita”.

 

Na Fina Forma não faltam opções para todos os bolsos: são tratamentos faciais, corporais, massagens relaxantes, depilação à laser, entre outros. “Quem pensa que esse tipo de tratamento é muito caro está enganado. Temos ofertas especiais e ainda facilitamos os pacotes em até 6 vezes”, comenta o sócio da empresa, Fábio Brettas. Segundo a fisioterapeuta Mariana Damian, o presente pode vir em forma de vale-beleza. O filho paga um determinado valor e a mãe escolhe o tratamento que ela quiser. “É uma forma prática e super original de agradar a mãe, de dar carinho e de tratá-la como uma mulher que também merece ter seu dia de cuidados com a beleza”, comenta.

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880