› Home  › Notícias  › Notícia

Bebês com gosto refinado pela música

Aulas de musicalização para bebês no Centro Cultural Maria Lívia de Castro incentivam as crianças a desenvolver o gosto pelas artes
 
     Não é novidade para ninguém que a música e a arte em geral têm vários benefícios e influências positivas na formação das pessoas. Mas o Centro Cultural Maria Lívia de Castro resolveu inovar, incentivando bebês a aguçar seu gosto pela música, de maneira divertida e interativa, proporcionando ainda o convívio com outras crianças, além do desenvolvimento mental, verbalização, mas, principalmente, de sensibilização.
 
     Segundo a professora responsável pelas aulas de musicalização para bebês no Centro Cultural, Érica Campos, são vários os benefícios alcançados dentro desta aula, mesmo com crianças tão pequenas. “Elas aprendem a ter concentração, equilíbrio, ajuda a desenvolver a coordenação motora fina e grossa, já que as incentivamos a movimentar o corpo, além, delas brincarem com instrumentos, o que elas adoram e contribui ainda mais para o desenvolvimento”, explica.
 
     Outro grande benefício é o contato com o folclore e as cantigas infantis, que incentivam as crianças a se comunicarem de forma divertida e a despertar um senso cultural muito grande. “Em meio a tanto barulho no dia a dia, aqui elas aprendem a trabalhar a melodia. Também as incentivamos a verbalização, parando de cantar em alguns trechos e as incentivando a concluírem. Nós vamos repetindo até que elas próprias automaticamente começam a cantar juntas”.
 
     Um aspecto interessante das aulas de musicalização para os bebês é o contato com outras crianças e o incentivo a formação educacional através da música. “Sempre começamos as aulas com um bom dia, incentivando elas a repetirem, um abraço, um beijo, tudo isso contribui para a formação do caráter dessas crianças. O convívio social também é de estrema importância e quanto antes elas começarem a ter esse contato é melhor para a sua formação. Elas aprendem a respeitar o próximo, o material que elas usam, os colegas. A arte serve para extrair o que há de melhor no ser humano”, explica Érica.
 
     E apesar das aulas serem de música, a grande valia deste programa é a formação do cidadão. “Nossa intenção não é formar de cada dez alunos, dez músicos. Nossa intenção é formar de cada dez alunos, dez cidadãos. A música tem essa força de formar o caráter das pessoas. A arte é um instrumento para ser usado no futuro em vários aspectos de suas vidas. É a valorização do ser humano”, destaca a professora.
 
     Quem concorda com os benefícios das aulas é Tércio Mayrink Rubim, pai da pequena Manuela, de um ano e oito meses. Há pouco mais de um mês frequentando as aulas de musicalização do Centro Cultural, a garotinha já mostra bastante desenvoltura ao cantar trechos das músicas, dançar e, principalmente, fazer muitos amiguinhos, a grande vantagem, segundo Tércio, das aulas. “Nós queríamos que antes de ela entrar para a escolinha tivesse esse convívio com outras crianças e tem dado muito certo. Ela sempre está muito feliz nessa aulas. Tem ainda o lado comportamental dela, do incentivo a falar, cantar, interagir, brincar. E mesmo com pouco tempo, os benefícios já são visíveis. Em casa ela canta as cantigas que aprende aqui, que nem mesmo eu e a mãe dela sabemos. Esta sendo muito positivo”, conclui.
 
SERVIÇO:
Quem tiver interesse em saber um pouco mais sobre as aulas de musicalização para bebês, basta entrar em contato com o Centro Cultural Maria Lívia de Castro pelo telefone: 3378-8470.

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880