› Home  › Notícias  › Notícia

Hora de economizar

Passadas as festas de fim de ano, para desovar os estoques  que ficaram nas prateleiras, comerciantes do bairro fazem promoções tentadoras para todos os gostos
 
     Como em todos os anos, quem esperou passar as festas de final ano para fazer suas compras, se deu bem! No Buritis, as liquidações de janeiro, que perduram até este mês, têm chamado a atenção de consumidores. São descontos que chegam a 70% em algumas lojas. Até para quem já está acostumado a usufruir do benefício, se surpreendeu com as opções e com os preços.
     “Realmente não tenho o que reclamar. Sempre faço minhas compras fora do período de festas, o que me gera uma economia de mais de 40% no total”, explica o morador e advogado Cristian Gustavo Marcondes. E ele está certo. Para se ter uma ideia do quão vantajoso é comprar agora, basta dar uma volta no centro comercial da Avenida Professor Mário Werneck. Nove em cada dez lojas de roupas, acessórios e calçados estão em liquidação. Algumas, como a Gisela Lages, Melange e Na Pele, com descontos de até 50%. Outras como a Aleluia, colocando o preço máximo de 49,90 em todas as peças.
     E neste ano um outro fator tem contribuído para os descontos mais atraentes. Depois de passada a crise, os comerciantes esperavam um natal em 2009 muito melhor que o de 2008. Na verdade, foi o que aconteceu, com algumas lojas, segundo os empresários, com vendas 30% maiores. Mesmo assim, o resultado ficou abaixo do esperado e o jeito foi colocar mais produtos na liquidação. “Janeiro é um mês ruim por causa das férias escolares — que muita gente viaja —, impostos, compra de material escolar, e o jeito é colocar os produtos em promoção”, explica a proprietária da 360°, Verônica Seixas, que neste ano colocou liquidação de tênis com 40% de desconto.
      Outra loja que está em liquidação é a Clau, que também oferece descontos de até 40% nos produtos. De acordo com a proprietária, Neia Resende, apesar das vendas no fim de ano terem sido boas, os descontos de janeiro são importantes, para não parar as vendas e, até mesmo, porque muitos clientes já esperam por isso. “São muitos os clientes que esperam pelas promoções para comprar. Às vezes eles passam aqui no mês de dezembro, olham, mas avisam que voltam quando começarem as promoções. Apesar do movimento ter sido fraco em janeiro, como é natural, muitas pessoas compram por causa das liquidações”, conclui.

DICAS PARA APROVEITAR BEM AS LIQUIDAÇÕES
-  Faça pesquisa de preço para verificar se não se trata de "falsa liquidação", o que acontece com mais frequência do que se pode imaginar. Na vitrine tudo induz a acreditar em produtos e preços ótimos, mas ao entrar na loja o consumidor verifica que não é bem assim.
 
- Não compre por impulso, só porque é barato, pois a mercadoria pode não ter utilidade para você. Compras por impulso são vilãs que podem comprometer o orçamento familiar.

- Não tenha pressa na compra para poder avaliar e escolher com cuidado os produtos. No caso de roupas, prefira modelos mais clássicos e cores neutras.
- Veja se compensam as promoções do tipo "pegue dois, leve três", ou que dêem brindes, descontos em segunda compra, sorteio de prêmios etc.

- Tenha cuidado redobrado com o estado das mercadorias, principalmente aquelas em exposição.
 
- Pesquise os preços em vários estabelecimentos e defina, em casa, o que deve ser comprado.
 
-  No caso de produtos com pequenos defeitos — roupas com manchas, descosturadas ou eletrodomésticos com partes amassadas, ou ainda, móveis de mostruário —,você deve exigir que a loja coloque na nota fiscal, os problemas apresentados, detalhando-os.  Os prazos para reclamar desses defeitos são de 30 dias para produtos não duráveis e 90 dias para produtos duráveis.

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880